[object Object]
31.03.2021POR João Fidalgo

João Assunção, presidente da DG/AAC, fala sobre o regresso ao ensino presencial na UC

Com o findar do mês de março, os alunos do ensino superior começam a olhar para o mês de abril com foco na terceira segunda-feira do mês, dia 19, o dia afixado para o regresso ao ensino presencial dos estudantes universitários.

O dia 19 de abril marcará então o principio de uma semana diferente daquelas que os estudantes universitários têm vivido desde janeiro do presente ano. Acontece que o Governo português marcou esta data no Plano de Desconfinamento da nação, anunciado no início do mês de março, para o regresso dos estudantes universitários ao ensino presencial. Com o aproximar desta data, contactamos o Presidente da Direção Geral da Associação Académica de Coimbra (DG/AAC), João Assunção, para que este nos desse algumas informações sobre a forma que vai tomar este regresso às atividades letivas presenciais na Universidade de Coimbra (UC).

Em conversa com o presidente da DG/AAC, desde logo um ponto importante ficou assente em relação a este regresso às aulas presenciais. O antigo estudante de direito da UC, informa que nesta instituição se viverá uma normalidade como aquela que foi experienciada no primeiro semestre do ano letivo 2020/2021.

No entanto, João Assunção não deixou de referir que, quando nos referimos a um regresso ao sistema de ensino presencial, é necessário ter presente que, à semelhança do que ocorreu no primeiro semestre deste ano letivo, não teremos um sistema completamente presencial, mas sim um sistema híbrido.

Como sabemos, a pandemia tem sido feita de altos e baixos no que toca aos números relativos aos contágios e às mortes derivados do covid-19, já tivemos situações de maior controle em que foi possível retomar o ensino presencial, mas também já tivemos períodos onde foi necessário voltar ao confinamento. Mesmo perante este cenário, João Assunção revela que o foco da UC é essencialmente o de possibilitar um semestre onde toda a atividade prática seja garantida aos alunos, e essencialmente garantir que esta situação se estende até ao término das atividades letivas.

Mas nem só de aulas se faz uma licenciatura, e é por isso que, naturalmente, tivemos que questionar o presidente da DG/AAC sobre como vai ocorrer uma componente muito importante e decisiva da vida académica: os momentos de avaliação.

Com o regresso aos espaços de aprendizagem e de ensino, não esquecemos também a importância de obter algumas informações relativas ao espaços dedicados ao estudo. João Assunção, apontou-nos então quais as salas de estudo que já estão a funcionar, bem como as que estarão disponíveis a partir do mês de abril para os estudantes da UC.

O presidente da DG/AAC garantiu ainda que, até dia 19 de abril, os estudantes da UC serão devidamente informados, pelas respetivas faculdades, acerca de mais especificidades deste regresso ao ensino presencial.

PARTILHAR: