[object Object]
12.03.2021POR João Fidalgo

Rui Rio revela José Manuel Silva como o candidato que pode ganhar Coimbra

O dirigente do Partido Social Democrata (PSD), Rui Rio, deslocou-se a Coimbra para anunciar mais 51 dos 308 candidatos para as próximas eleições autárquicas deste ano, com destaque no candidato que vai concorrer à cidade de Coimbra.

Numa conferência de imprensa que teve lugar no Hotel Dona Inês, pelas 15:3oh do dia de hoje, o antigo presidente da Câmara Municipal do Porto começou desde logo por reforçar a importância acrescida deste ato eleitoral para o seu partido, isto porque, segundo o dirigente do PSD, os resultados das autárquicas de 2013 e 2017 ficaram aquém das espectativas do partido. Rui Rio encara então estas eleições de 2021 como uma oportunidade não só para fortalecer a presença do partido nas autarquias do país, mas também como uma oportunidade de ganhar terreno perante o Partido Socialista, que, nas últimas eleições, assegurou 160 municípios em confronto com apenas 98 do PSD.

Dos 51 nomes anunciados, o destaque recaiu no anúncio do candidato que vai encabeçar a lista do PSD que concorre à Câmara Municipal de Coimbra, José Manuel Silva. O dirigente social democrata apontou os marcos da carreira do ex bastonário da Ordem dos Médicos, não descurando o passado político que o liga à cidade e à câmara municipal à qual se candidata a presidir nestas autárquicas.

Depois de uma primeira sessão em Lisboa que ocorreu na semana passada, Rui Rio revelou o porquê de ter escolhido fazer a sua segunda sessão de apresentação dos candidatos na cidade de Coimbra, tendo deixado bem assente a importância para o PSD em ganhar estas eleições na cidade de Coimbra.

Depois da apresentação dos candidatos, ouve espaço para o dirigente do PSD responder a algumas questões dos jornalistas.

Neste âmbito, Rui Rio foi questionado acerca das possíveis coligações a realizar com o Centro Democrático Social-Partido Popular (CDS-PP), uma vez que ambas as forças partidárias já haviam anunciado que fariam um acordo de coligação nestas autárquicas com o intuito de ganhar o maior número possível de autarquias ao Partido Socialista. O dirigente do PSD falou acerca do desenvolvimento deste acordo e, mais em concreto, explicou que a decisão de efetivar coligações com o CDS-PP recairá sobre a vontade dos candidatos e das respetivas comissões políticas concelhias.

O dirigente social democrata foi também confrontado com críticas que têm sido dirigidas ao seu partido, relativas ao número reduzido de mulheres que o PSD apresentou na primeira sessão em que foram anunciados os candidatos do partido para estas autárquicas. Minutos depois de ter anunciado mais uma lista de 51 candidatos que conta com 6 mulheres, Rui Rio respondeu a estas críticas.

Em questões relativas a outras temáticas, Rui Rio comentou o plano de desconfinamento que foi no dia de ontem apresentado pelo primeiro ministro António Costa. O dirigente do PSD afirmou que este plano condiz estruturalmente com o que o seu partido tem vindo a defender, mas revelou um aspeto concreto onde teria decidido de maneira diferente.

Depois de na semana passada o PSD já ter divulgado cerca de 100 candidatos para a corrida autárquica, acrescendo agora os adicionais 51  hoje apresentados, o dirigente do partido assegurou durante a conferência de imprensa que até ao final do mês de março vão ser conhecidos todos os candidatos sociais-democratas a estas eleições autárquicas.

 

 

PARTILHAR: