[object Object]
06.03.2021POR Ana Domingues

CGUC: Pedro Couceiro acredita que as bases do país devem ter alicerces na educação

Pedro Couceiro, membro externo do CGUC, falou sobre a UC, as primeiras impressões do grupo de membros externos, a importância do ensino superior público e as expectativas para este mandato.

Dia 8 de fevereiro ficou marcado pela tomada de posse dos dez membros externos do Conselho Geral da Universidade de Coimbra, dez personalidades de reconhecido mérito externas à Universidade.

Neste sentido, a RUC falou com Pedro Couceiro, empresário desportivo e um dos mais recentes membros externos cooptados para o Conselho Geral.

Pedro Couceiro, empresário desportivo de profissão, foi membro do Conselho Nacional do Desporto e o primeiro Embaixador de Boa Vontade da UNICEF Portugal, ocupando esta posição desde 1995 até os dias de hoje. Está fortemente envolvido no desporto motorizado, na realização de eventos desportivos e gestão de carreiras desportivas.

Considera-se, por isso, alguém útil na área desportiva, universitária e no associativismo, e espera que a sua experiência profissional e pessoal possam ser vantajosas e ter um contributo positivo no mandato atual do Conselho Geral (CG) da Universidade de Coimbra (UC).

O empresário confessa que, apesar do pequeno contacto até ao momento com a Universidade de Coimbra, que considera ter uma grande importância na sociedade, tem uma grande ligação emocional com a instituição, herdada do seu pai, que estudou na cidade de Coimbra.

Pedro Couceiro contou-nos que o primeiro contacto com o grupo dos membros externos do CG foi na sua tomada de posse, onde delinearam algumas estratégias e elegeram, quase por unanimidade, a presidente, Maria Gabriela Figueiredo.

Para o recente membro externo do Conselho Geral, a educação e a justiça são as bases fundamentais para termos “uma sociedade justa e em constante desenvolvimento”. Assim, o ensino superior público é importante para enriquecer e cultivar todos, independentemente da classe social.

Pedro Couceiro revela-se com expectativas elevadas para o mandato, e espera que a UC “saia reforçada daqui a 4 anos, não só a nível nacional, como a nível internacional”. Na opinião do empresário desportivo, a Universidade de Coimbra “tem tudo para cada vez mais ser uma universidade de grande relevo a nível internacional”, referindo que “Coimbra ainda tem muito para dar”.

Em nota final, Pedro Couceiro deixa uma mensagem de esperança aos estudantes da UC, e faz o apelo para que estes aproveitem a vida académica e se envolvam em assuntos da sociedade.

O Conselho Geral é constituído por 35 membros, sendo que compete a este órgão da Universidade funções como a eleição do reitor, a aprovação dos planos estratégicos de médio prazo e o plano de ação para o quadriénio do mandato do Reitor.

Pode ouvir a entrevista completa no podcast acima.

PARTILHAR: