[object Object]
01.03.2021POR António Calheiros

UC assinala 731º aniversário

Hoje decorreu a cerimónia solene do Dia da Universidade de Coimbra (UC), para assinalar o seu 731.º aniversário.

A sessão teve início às 10h30 e contou com intervenções da Presidente do Conselho Geral da UC, Gabriela Figueiredo Dias, do vencedor do Prémio UC 2021, o cardeal, ensaísta poeta e teólogo José Tolentino de Mendonça, e do Reitor da UC, Amílcar Falcão.

O reitor começou a sua intervenção precisamente elogiando o galardoado.

Seguidamente, Amilcar Falcão destacou a diferença entre a celebração do ano passado e deste ano, devido à “catástrofe sanitária” que nos afectou, a pandemia COVID-19

O reitor apresentou os sentimentos às famílias das vítimas da doença e agradeceu aos profissionais de saúde que têm lutado com a doença que, nas suas palavras, instala um clima de insegurança, especialmente naqueles com condições de saúde mais vulneráveis.

Amilcar Falcão referiu-se também às “nefastas consequências da pandemia”, nomeadamente os impactos económicos e sociais, que considera ainda não terem atingido o seu pico.

O balanço que o reitor faz é bastante negativo.

Almicar Falcão destacou também o esforço de adaptação feito pelas instituições do ensino superior, prestando uma homenagem especial a toda a comunidade da UC.

O reitor concluiu a sua intervenção com uma mensagem de esperança (“acredito que, em breve, a pandemia mais não será que uma memória recente”) e de alerta (“espero que a sociedade perceba quão efémera é a situação que vivemos por comparação com aquilo que será a pandemia das pandemias… a problemática das alterações climáticas”).

PARTILHAR: