[object Object]
28.02.2021POR Isabel Simões

OAUC inspira-se em João Arroio e na Humanidade para concerto de abertura da Semana Cultural da UC

“A canção popular é a mais imediata e sincera expressão da alma dos povos”, são palavras do estudante e depois professor da Universidade de Coimbra (UC), João Arroio que serviram de mote à escolha do programa do concerto da Orquestra Académica da UC (OAUC).

Transmitido ‘online’, amanhã, dia 1 de março, a partir da Sala dos Capelos, às 21h30, o concerto de abertura da XXIII Semana Cultural da Universidade de Coimbra tem também por inspiração a “Humanidade”.

A RUC falou com o maestro da OAUC, André Granjo, que explicou as razões da escolha de músicas de diferentes povos para serem interpretadas no concerto.

Nem todos os temas vão ser de “tradição europeia ocidental”, afirmou o maestro. Do programa constam obras do português Luís de Freitas Banco mas também música alemã, espanhola, checa, coreana e de inspiração no tango argentino, ilustrou.

As limitações criadas pela pandemia levaram a que o concerto tenha a duração de cerca de meia hora e a que na Sala dos Capelos estejam apenas 15 elementos do naipe de cordas da OAUC. Outra das alterações teve a ver com o local de realização do concerto de abertura que antes se realizava no Teatro Académico de Gil Vicente. André Granjo realça a importância de cumprir as regras da Direção-Geral da Saúde e ao mesmo tempo assinalar o aniversário da Universidade de Coimbra.

A XXIII Semana Cultural da Universidade de Coimbra decorre de 1 a 15 de março sob o lema “Humanidade”. São mais de 30 iniciativas que vão estar acessíveis ‘online’, de forma gratuita em www.uc.pt/culturaemdireto.

Pode procurar mais informação sobre João Arroio aqui.

PARTILHAR: