[object Object]
26.02.2021POR João Fidalgo E António Monteiro

Manuel Pires da Rocha: “Em Portugal a cultura é um bem de oitava necessidade”

No comentário do Observatório de hoje, dia 26, contámos com a presença do primeiro candidato da CDU pelo círculo de Coimbra, Manuel Pires da Rocha, às eleições autárquicas de 2021.

Neste comentário houve lugar para falar sobre os objetivos da CDU para o município, das autárquicas de outubro, da Candidatura de Coimbra a Capital Europeia da Cultura em 2027, de estado de emergência e confinamento entre outros assuntos.

“Adiar as eleições é fazer o jogo da direita”

Em relação às Autárquicas, Manuel Rocha deixou claro que não se pode adiar estas eleições, e que o país tem a obrigação de cumprir os calendários da democracia. Finalmente, deixou uma dura crítica a Rui Rio, afirmando que o líder do PSD segue as suas prioridades e não as do país.

“Pessoas da cultura, querem comer? Comam transição digital!”

Manuel Rocha deixou ainda algumas críticas ao Plano de Recuperação e Resiliência, nomeadamente na falta de apoio à cultura. Referiu ainda que há assuntos prioritários que devem ser tratados no país antes de se poder investir na transição digital, uma das áreas de ação deste plano de recuperação.

“Não podemos confinar mais”

Por fim, Manuel Rocha manifestou a sua opinião em relação ao confinamento, admitindo que manter as pessoas fechadas em casa vai “acabar com muita gente”. Deixou ainda o seu descontentamento em relação à ação da União Europeia no processo de vacinação.

Pode ouvir o comentário na íntegra no podcast acima.

 

PARTILHAR: