20.02.2021POR Miriam Lopes

Impacto do confinamento na saúde mental dos estudantes em comentário no Observatório

O Observatório desta sexta-feira, dia 19, contou com a participação de João Assunção, presidente da DG/AAC, Paulo Peixoto provedor do estudante e Sofia Caetano, psicóloga envolvida na origem e implementação do serviço UCare. 

O programa foi dedicado ao tema do impacto do confinamento na saúde mental dos estudantes.

João Assunção presidente da DG/AAC mostrou-se preocupado com os resultados do estudo feito pela AAC divulgado recentemente e reforçou que o Governo não pode esquecer os estudantes do ensino superior.

“O Governo não pode esquecer os estudantes do ensino superior e a juventude na sua globalidade neste momento tão traumático e tão marcante que vivemos hoje”

Paulo Peixoto, provedor do estudante acredita que este segundo confinamento traz preocupações acrescidas ao universo do ensino superior e que é “fundamental que a tutela tome algumas medidas” à semelhança do que já aconteceu noutros sectores.

“É muito preocupante que neste momento não conheçamos ainda medidas de apoio dirigidas ao ensino superior e aos impactos da pandemia na vida dos estudantes”

A psicóloga Sofia Caetano falou-nos um pouco da plataforma UCare, um serviço disponibilizado a toda a comunidade UC – estudantes, docentes, não docentes e familiares diretos – que pretende ser uma ajuda na gestão do impacto emocional e relacional da situação de pandemia. Referiu ainda que quem tem utilizado mais este apoio são mesmo os estudantes e que as principais motivações do contato são questões académicas, a falta de vida social, a dificuldade em gerir o tempo durante isolamento e a ansiedade de lidar com a incerteza.

“Num contexto tão diferente como este é perfeitamente natural que possa surgir tristeza, desânimo, solidão. Isso não significa necessariamente que haja um quadro psicopatológico “

O provedor do estudante, Paulo Peixoto teceu ainda algumas preocupações sobre das avaliações online referindo que a desconfiança dos docentes perante a possibilidade de fraude por parte dos estudantes, tem levado a que a dificuldade dos exames aumente radicalmente.

Pode ouvir o comentário na integra no podcast de hoje.

 

PARTILHAR: