15.02.2021POR Isabel Simões

NEEA/AAC: “A componente prática ‘online’ é muito prejudicada”

Com o segundo semestre a iniciar os elementos do pelouro de Pedagogia do Núcleo de Estudantes de Engenharia do Ambiente da Associação Académica de Coimbra (NEEA/AAC) fazem balanço dos semestres e exames.

As responsáveis pelo pelouro de pedagogia do NEEA/AAC, Mónica Nunes e Ana Margarida fazem um balanço distinto das aulas no segundo semestre do ano letivo passado e do primeiro do ano letivo em curso. As aulas laboratoriais exigem a presença dos alunos. Apesar dos professores terem arranjado estratégias de substituição para as situações em que os alunos estão retidos em casa, o ensino a distância trouxe dificuldades.

O NEEA/AAC considera que a reunião dos núcleos de estudantes com a reitoria foi proveitosa e concorda com a decisão do reitor da Universidade de Coimbra (UC) em rever a posição inicial. “Foi ao encontro daquilo que a maioria pretendia que era não iniciar o segundo semestre sem primeiro terminar o primeiro semestre”, afirmam as representantes do pelouro de pedagogia de NEEA/AAC.

Em relação ao formato dos exames ‘online’ no primeiro semestre, as estudantes destacam as recomendações da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC) para serem evitadas as fraudes com medidas complementares ao exame escrito. Em caso de necessidade os professores realizaram orais ‘online’.

Os resultados publicados pela Direção-Geral da Associação Académica de Coimbra sobre um inquérito do “Impacto do Confinamento na Academia de Coimbra” que indiciam preocupações a nível da saúde mental no universo dos estudantes que responderam, não surpreendeu as responsáveis do pelouro da pedagogia do NEEA/AAC. Os colegas têm-lhes reportado, entre outras, situações de ansiedade.

Outra das dificuldades apontadas têm a ver com os espaços para estudo. Com pais em teletrabalho nem sempre os filhos têm um espaço próprio para estudar.

O pelouro de Pedagogia do NEEA/AAC deixa uma mensagem de tranquilidade para os colegas, para o caso de as aulas retomarem o regime presencial, depois do levantamento do Estado de Emergência.

As últimas semanas foram algo conturbadas com as medidas de reforço de confinamento tomadas pelo governo, que levaram a alterações no calendário e na forma de avaliação da época de recurso do 1º semestre, bem como a transição das aulas do 2º semestre para o regime à distância. A RUC está a conversar com os Núcleos de Estudantes no sentido de aferir quais as preocupações.

Pode ouvir na íntegra a conversa com o NEEA/AAC

PARTILHAR: