28/08/19

LEGISLATIVAS’ 19: Redução da carga fiscal, a Descentralização e a Liberdade de Escolha são os “eixos” da IL

FOTO: Iniciativa Liberal

O partido Iniciativa Liberal (IL) concorre pela primeira vez às Eleições Legislativas depois da estreia em atos eleitorais nas últimas eleições Europeias. Catarina Maia, número dois da IL nas Eleições Europeias assume agora a liderança da lista às eleições Legislativas no distrito de Coimbra. A RUC conversou com Catarina Maia sobre as eleições do próximo dia seis de outubro.

A IL quer reduzir a carga fiscal

Para a cabeça de lista ao distrito de Coimbra, o partido apresenta-se como “Liberal a toda a linha”. De acordo com Catarina Maia, o partido é Liberal quer na vertente económica quer na vertente social.

Nascida em Coimbra, Catarina Maia vive atualmente no Porto. A candidata a deputada pelo círculo de Coimbra explicou a sua visão sobre o distrito.

A Assembleia da República conta no momento com 230 deputados, eleitos em 22 círculos plurinominais em listas de partidos. Os círculos correspondem aos 18 distritos de Portugal Continental, mais dois círculos das Regiões Autónomas e por fim, dois círculos para os portugueses emigrados na Europa e fora da Europa. Coimbra elege nove deputados. Catarina Maia realçou as particularidades do sistema político português que dificultam a eleição de deputados de partidos como a IL em distritos como o de Coimbra. Contudo, a professora convidada na Universidade do Porto acredita que vai ser eleita e explicou aos microfones RUC o porquê da sua confiança.

A Iniciativa Liberal (IL) quer reduzir a Carga Fiscal. A Iniciativa Liberal tem como proposta a fixação da taxa de IRS a 15% para todos os rendimentos acima dos 650 euros. Catarina Maia explicou os efeitos da proposta em questão.

“ADSE para todos” é uma das propostas da IL

Além da redução da carga fiscal, a Descentralização e a Liberdade de Escolha são os eixos que orientam as propostas que o partido Iniciativa Liberal vai apresentar durante a campanha eleitoral. Catarina Maia destacou a importância de proteger a Liberdade de Escolha de todos os contribuintes. A candidata pelo distrito de Coimbra lembrou a realidade dos estudantes do secundário de Souselas.

Catarina Maia foi a “número dois” da candidatura da IL nas europeias. O Cabeça de Lista foi o economista Ricardo Arroja.

A Iniciativa Liberal foi aceite como partido pelo Tribunal Constitucional a 13 de Dezembro de 2017. As últimas eleições Europeias marcaram a estreia em atos eleitorais. O Cabeça de Lista, Ricardo Arroja, obteve 29120 votos e 0,88% das intenções de voto dos portugueses. Catarina Maia considera que o resultado não foi mau e lembrou os resultados obtidos por outros partidos estreantes nos últimos dez anos.

Catarina Maia destacou a necessidade de uma agenda liberal em Portugal. A candidata lançou ainda a possibilidade de alargamento da ADS a todos contribuintes.

A Iniciativa Liberal é presidida por Carlos Guimarães Pinto e começou por constituir-se como Associação em 20 de Setembro de 2016.

Tomás Cunha

1
8
09
0
GMT
GMT
+0000
2019-09-16T08:09:03+00:00
Mon, 16 Sep 2019 08:09:03 +0000