25/03/20

AAC reivindica suspensão das propinas e apela a um reforço de apoios de ação social

Após ser implementado o plano de contingência pela UC milhares de estudantes viajaram de volta às suas habitações, nas quais o acompanhamento das aulas online pode não estar acontecer devido à inexistência de internet, por exemplo. A Direção-Geral da Associação Académica de Coimbra a par com os núcleos de Estudantes tem reunido os principais problemas comunicados pelos estudantes das diferentes faculdades e departamentos para que possam reportá-los junto da Universidade de Coimbra. Como explica o Presidente da Direção-Geral, Daniel Azenha, em entrevista à Rádio Universidade de Coimbra.

A Universidade de Coimbra já contactou os estudantes bolseiros para averiguar a existência de dificuldades no acesso ao material de apoio e às aulas dadas online. Aos alunos que reportaram ter problemas a Universidade cedeu tablets e internet para que não fossem prejudicados no decorrer do trajeto académico.

Daniel Azenha mostra-se preocupado com as possíveis dificuldades financeiras que as famílias de classes mais baixas podem vir a enfrentar devido à situação de pandemia. No inicio da semana, enviaram ao Ministério do Ensino Superior um e-mail com o intuito de suspender o pagamento da propina para todos os estudantes do ensino superior e o reforço dos apoios de ação social.

A nível nacional, o presidente da DG/AAC refere que muitos universitários têm ainda diversas dificuldades financeiras e sociais que os impedem de acompanhar e aceder às aulas que agora estão a ser dadas, na sua maioria, através de plataformas online. No email enviado remetido ao ministro do ensino superior, a Associação Académica de Coimbra exige que sejam adotadas medidas rápidas, a nível nacional, para que os alunos não sejam prejudicados, ao nível académico.

Qualquer estudante que tenha algum problema no decorrer das aulas à distância pode comunicá-lo junto do seu núcleo de estudantes.

O email enviado no passado sábado, dia 21 de março, ainda não teve qualquer resposta por parte do Ministério da Ciência, Tecnologia e do Ensino Superior. O presidente da Direção-Geral da Associação Académica de Coimbra refere que receberam apenas um email geral enviado a todas as associações académicas do país. Ontem, comemorou-se o Dia Nacional do Estudante e a AAC decidiu lançar uma petição pública com o intuito de incentivar a discussão no Parlamento.

Inês Morais

1
22
47
0
GMT
GMT
+0000
2020-04-06T22:47:26+00:00
Mon, 06 Apr 2020 22:47:26 +0000