23/03/20

COVID-19: Ponto de situação a 23 de março

Portugal soma hoje 2060 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o Boletim Epidemiológico da Direção-Geral da Saúde de hoje, cujos dados se referem até às 24 horas de ontem (22).

Ponto de Situação Atual em Portugal
Fonte: DGS

Somam-se agora 13 674 casos suspeitos, sendo que dos quais 10 212 são casos cujos teste à COVID-19 deram negativo, 1402 aguardam o resultado das análise e 2060 são os casos confirmados.

Existem neste momento, 1007 casos e 9 mortes na região Norte, 238 casos e 5 mortes na região Centro, 737 casos e 8 mortes na região de Lisboa e Vale do Tejo, 5 casos no Alentejo, 42 casos e uma morte no Algarve, 11 casos nos Açores, 9 casos na Madeira e 11 de portugueses em solo nacional, mas com residência no estrangeiro.

Registam-se agora 14 pessoas totalmente recuperadas da COVID-19, mais 8 dos que os últimos dias. Dos casos recuperados, 3 são da região Norte, 7 são da região Centro e 4 são da região de Lisboa e Vale do Tejo.

Em internamento estão 201 pessoas, 47 delas em Unidades de Cuidados Intensivos.

Em vigilância pelas Autoridades de Saúde Púbica encontram-se 11 842 contactos.

O Secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales, na conferência de imprensa de hoje, mostrou uma preocupação acrescida com os Lares de Terceira Idade e na urgência destas instituições ativarem os seus planos de contingência. Sobre a falta de profissionais nestas tipo de instituições, António Lacerda Sales afirmou a existência de uma bolsa de voluntários para prestação de cuidados aos utentes destas instituições e que os lares deveriam fazer recurso a esta bolsa de voluntários para colmatar as suas falhas.

António Lacerda Sales confirmou na conferência de imprensa de hoje o aumento da capacidade laboratorial, que atualmente se encontra nos 2500 testes diários à COVID-19 no Serviço Nacional de Saúde e cerca de 1500 testes diários à COVID-19 no sector privado.

Foi ainda referido que esta semana chegará mais um reforço de material de proteção para os profissionais de saúde, com mais 2 milhões de máscaras cirúrgicas, 2 milhões de máscaras FFP2 e mais cerca de 50 mil zaragatoas a chegarem da China. O material será distribuído tendo em conta as necessidades das unidades de saúde, com foco nas unidades que se encontram a tratar doentes infetados com o novo coronavírus.

Daniela Silva

1
22
00
0
GMT
GMT
+0000
2020-04-06T22:00:34+00:00
Mon, 06 Apr 2020 22:00:34 +0000