20/03/20

COVID-19: Ponto de situação a 20 de março

O número total de casos confirmados para o novo coronavírus, até às 24 horas de ontem (19), subiu para os 1020, uma subida de 30% em relação ao dia de ontem.

Segundo o Boletim Epidemiológico da Direção-Geral da Saúde de hoje (20), cujos dados são referentes até às 24 horas de quinta-feira (19), o total de casos não confirmados, ou seja, casos cujos resultados das análises para a COVID-19 deram negativo, é de 5862. Há espera de resultados laboratoriais estão 850 pessoas. Estes números, juntando ao total de casos confirmados, dá um total de 7732 casos suspeitos desde o dia 1 de janeiro de 2020.

No que toca à distribuição geográfica, existem 506 casos e uma morte na região Norte, 106 casos e duas mortes na região Centro, 361 casos e duas mortes na região de Lisboa e Vale do Tejo, 2 casos no Alentejo, 29 casos e uma morte no Algarve, 3 casos nos Açores, 1 na Madeira e 9 casos de portugueses com residência no estrangeiro.

Sobre a discrepância de casos entre o que foi anunciado ontem pelas Autoridades de Saúde da Madeira e aqueles que se encontram no Boletim Epidemiológico da DGS de hoje, a Diretora Geral da Saúde, Graça Freitas disse que existem dois casos confirmados na Madeira, contudo o segundo não consta no Boletim pois este caso terá apenas dado entrada no sistema depois da meia noite. Existem ainda quatro casos com resultado positivo na Madeira, mas que aguardam o segundo teste de confirmação pelo Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge.

Neste momento continuam ativas 24 cadeias de transmissão e 9008 contactos sob vigilância das Autoridades de Saúde. Em internamento estão 126 pessoas, sendo que 26 estão em Unidades de Cuidados Intensivos. Cerca de 86% dos casos confirmados existentes estão atualmente em domicílio.

Sobre o isolamento profilático, foi anunciada hoje pela Diretora Geral da Saúde uma nova norma a entrar em vigor na próxima semana sobre as entradas de pessoas no país. A partir de agora, qualquer pessoa que entre em Portugal terá de ficar em isolamento profilático durante, pelo menos, 14 dias.

Portugal conta com mais duas pessoas recuperadas totalmente do novo coronavírus, aumentando o número total de recuperados para cinco.

Na conferência de imprensa de hoje da DGS, Graça Freitas, deixou ainda um apelo sobre o uso de luvas e máscaras por parte da população. Segundo a Diretora Geral da Saúde, o uso de máscaras e luvas deverá ser feito principalmente pela população com o sistema imunodeprimido e pelas pessoas em terreno, como cuidadores, profissionais de saúde, bombeiros e prestadores de serviços.

Fonte: DGS

No futuro, quando existir material de proteção suficiente, poderá haver um uso generalizado de máscaras e luvas, com as devidas medidas pedagógicas por parte da DGS. Neste momento a medida essencial passa pelo distanciamento social de cerca de 1 metro ou mais, e não o uso de máscaras ou luvas, pois estas podem ter um efeito demasiado tranquilizador em quem as usa, podendo ser um veículo de maior contaminação em vez de agentes protetores.

Daniela Silva

1
20
13
0
GMT
GMT
+0000
2020-04-06T20:13:49+00:00
Mon, 06 Apr 2020 20:13:49 +0000