19/03/20

António Costa anuncia medidas para o estado de emergência

fonte: twitter do primeiro ministro

Foram apresentadas hoje (19) pelo primeiro ministro, António Costa, as medidas que vão reger os primeiros tempos do estado de emergência decretado ontem (18) pelo presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

O governante começou por explicar que divide os portugueses em três grupos de atuação no cumprimento da quarentena e do período em isolamento.

Os doentes diagnosticados com a infeção Covid-19 e as pessoas em vigilância são os grupos com mais restrições.

Quanto às pessoas com mais de 70 anos ou com comorbilidades, o primeiro ministro alerta que este grupo tem de ter mais cuidado dada a maior gravidade da infeção e a maior taxa de mortalidade causada pela doença neste grupo.

As actividades económicas e os serviços públicos, com atendimento ao público, são dos mais afetados pelo estado de emergência. Todas as áreas com grande contacto com o público vão encerrar, por exemplo as Lojas do Cidadão, cafés e restaurantes. No entanto António Costa afirma que há várias exceções.

Este conjunto de medidas foi definido num conselho de ministros extraordinário que se iniciou de manhã e terminou às 17:00, hora de inicio da conferência de imprensa..

Amanhã (20) há novo conselho de ministros para definir medidas de apoio às famílias e empresas pelas contingências provocadas pela pandemia do Covid-19.

Pedro Silva

1
20
29
0
GMT
GMT
+0000
2020-04-06T20:29:06+00:00
Mon, 06 Apr 2020 20:29:06 +0000