12/03/20

Universidade de Coimbra encerra algumas residências e convida estudantes a ir para casa

Fotografia: © UC | Paulo Amaral
A apresentação das obras de requalificação dos blocos A e B da Residência Universitária João Jacinto,que foram publicamente apresentadas no dia 15 de janeiro de 2020. O Reitor da UC, Amílcar Falcão, e o administrador dos SASUC, Nuno Correia, marcaram então presença na cerimónia.

A Universidade de Coimbra (UC) está a fechar algumas residências. A RUC falou com uma estudante da residência João Jacinto que deixou hoje o quarto. Bárbara contou que tudo aconteceu no espaço de um dia e meio. Recebeu a comunicação na terça-feira à noite, enviou um e-mail de resposta solicitando esclarecimentos, mas não obteve retorno. A instrução que no seu caso teria que abandonar a residência na quinta-feira (12). Bárbara denota que a residência já se encontrava parcialmente vazia devido às pessoas que não voltaram da ida a casa do último fim de semana.

O pró-reitor da UC para a Saúde e Bioética, José Pedro Figueiredo, esclareceu hoje à RUC que o procedimento foi de acordo com a orientação da DGS sobre as “medidas de prevenção e controlo de infeção nos hotéis e alojamentos”. De acordo com o pró-reitor da UC, ficam abertas 5 das 14 residências em Coimbra.

Recordamos que o comunicado emitido na passada terça-feira pelo administrador dos Serviços de Ação Social da Universidade de Coimbra (SASUC), Nuno Correia, solicitava a todos os alunos das residências da UC que regressassem às suas casas de agregado familiar, como medida de prevenção de contágio do COVID-19 . No comunicado é referido que vão ser ser suspensas 9 residências: residência Alegria, Combatentes, Padre António Vieira, Teodoro, Polo III, António José de Almeida, Santos Rocha, João Jacinto e a residência S. Salvador. O pró-reitor, apela aos estudantes que evitem o contacto social e que cumpram as medidas adotadas pela DGS como um ato de civismo.

Bárbara demonstrou à RUC descontentamento pelo envio tardio do comunicado, tendo em conta que as aulas presenciais na UC foram suspensas no início da semana.

Segundo o comunicado emitido, apenas as residências Observatório Astronómico e Penedo da saudade, tal como os alojamentos em apartamentos que se mantêm em normal funcionamento.

Os estudantes das residências suspensas, têm a hipótese de deixar os pertences para trás até à sua reabertura. Os habitantes das residências que permanecem abertas e que passam a concentrar os que ficam alojados, não têm esse privilégio, contou Bárbara.

Os estudantes provenientes dos Açores, Madeira ou do estrangeiro, que não têm a oportunidade de regressar às suas casas vão ser realojados nas residências do Polo II 1, Polo II 2 e na residência Pedro Nunes. Bárbara é da zona de Coimbra e vai voltar à morada do agregado familiar. A estudante não conhece residentes dos Açores ou da Madeira, mas conta que tem colegas do Algarve. Para esses o regresso a casa da família não foi uma opção.

O realojamento dos estudantes que permanecem nas residências está previsto para sexta-feira (13) entre as duas e as cinco da tarde. Quanto às mensalidades, o o administrador do SASUC realça que nenhum residente vai ser penalizado.

Miguel Ferreira

1
22
02
0
GMT
GMT
+0000
2020-04-06T22:02:36+00:00
Mon, 06 Apr 2020 22:02:36 +0000