12/03/20

Paulo Peixoto: “UC reagiu ao COVID-19 com prontidão”

O Alvorada desta quarta-feira (5) contou com o comentário à atualidade de Paulo Peixoto, docente da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra (FEUC) e provedor do aluno da UC.

O mês de março tem sido marcado pelo “Corona Vírus”. A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou esta quarta-feira que a “epidemia do COVID-19” é uma “pandemia”. O anúncio surgiu numa altura onde há mais de 120 países com casos declarados de infeção. A Universidade de Coimbra (UC) anunciou na passada segunda-feira como medida de contenção do vírus, a suspensão das aulas presenciais e de eventos culturais. Paulo Peixoto frisou que nenhuma instituição estava pronta para uma situação deste género. Contudo, o provedor do estudante reforça que a UC reagiu com “prontidão”.

No plano de contingência da UC está prevista a substituição das aulas presenciais por métodos digitais para promoção do ensino à distância, que estão a ser desenvolvidos neste momento. Paulo Peixoto anunciou que a UC vai recorrer à plataforma Zoom. O docente da FEUC explicou que o acesso à plataforma por parte dos estudantes da Universidade de Coimbra é gratuito.

A crise do Covid-19 pode interferir no calendário académico em muitas unidades curriculares da UC, forçando alteração de datas de exames. Paulo Peixoto não tem dúvidas que vão ser necessárias adaptações às contingências atuais. O provedor do estudante da UC admite que “inevitavelmente” vão haver alterações nos calendários letivos e de exames.

Uma medidas previstas no plano de contigência da Universidade de Coimbra prendeu-se com o encerramento presencial no atendimento académico da UC. Paulo Peixoto vincou que esta era uma das áreas onde a Universidade estava melhor preparada. O atendimento telefónico pode ser utilizado através número 239 247 198, de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h. Paulo Peixoto, recordou igualmente, que a Universidade disponibiliza também um atendimento via Skype aos seus alunos.

Várias centenas de pessoas quebraram a quarentena imposta pelo Covid-19. Aos bares em Coimbra não faltaram de clientes e a zona ribeirinha da cidade foi “invadida” por centenas de jovens. Paulo Peixoto lembrou a anormalidade da situação e apelou à responsabilidade individual de cada estudante. Na opinião do professor da FEUC o combate ao Covid-19 tem duas dimensões de atuação: A primeira referente às medidas difundidas pelas unidades orgânicas e uma segunda referente aos comportamentos individuais de cada pessoa.

Pode ouvir o comentário na íntegra aqui.

Tomás Cunha

1
21
43
0
GMT
GMT
+0000
2020-04-06T21:43:31+00:00
Mon, 06 Apr 2020 21:43:31 +0000