24/02/20

Carlos Fiolhais: “Coimbra parece que está a jogar na 2ª divisão do país”

O Alvorada de hoje (24) contou com o comentário à atualidade regional, nacional e internacional de Carlos Fiolhais, professor do departamento de Física da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC).

Carlos Fiolhais expressou preocupação com a expansão do Corona Vírus e mostrou esperança de que a ciência possa resolver o problema. O docente da FCTUC criticou a posição do Presidente da República Portuguesa, Marcelo Rebelo de Sousa em relação ao português infetado no Japão.

Para Carlos Fiolhais, Bernie Sanders vai ser o opositor de Trump nas eleições americanas. Segundo o físico, por vezes para combater um extremista (Trump)  é preciso usar uma coligação com força suficiente do outro lado.

O docente da FCTUC comentou sondagens recentes que dão diminuição de intenção de voto no partido do governo português, o Partido Socialista e aumento nas do CHEGA. Para Carlos Fiolhais tem de se ver uma maneira de lidar com este aumento.

Carlos Fiolhais critica a intenção do governo de mudar uma lei para permitir a aprovação do aeroporto do Montijo. O docente da Universidade de Coimbra criticou ainda as declarações do Secretário de Estado Adjunto e das Comunicações, Alberto Souto de Miranda, segundo as quais os pássaros que usam a zona do futuro aeroporto não são estúpidos.

O anúncio do PSD Coimbra de ir concorrer às eleições autárquicas em Coimbra em 2021 mereceu um comentário irónico por parte do professor universitário. Carlos Fiolhais afirmou que o PSD não tem candidato e que saber o nome de quem encabeçará a lista é importante.

Carlos Fiolhais fez um paralelismo entre a Académica de Coimbra no futebol da 2ª Liga e a cidade de Coimbra. Na opinião do docente do departamento de Física, Coimbra está a jogar na 2ª divisão do país.

Carlos Fiolhais afirmou que as desculpas pedidas pelo Secretário de Estado das Infra-estruturas e Habitação, Jorge Delgado, feito na cerimónia de lançamento do concurso para a abertura da Via Central,  devia ter sido feito pelo primeiro ministro e pelo presidente da Câmara de Coimbra. O professor da FCTUC defendeu que mais do que anunciar é preciso fazer.

O docente da FCTUC afirmou ainda que o elevador das escadas monumentais é má solução, o Metro deveria ir na opinião de Carlos Fiolhais até à rotunda do Papa e a própria Penitenciária deveria ser dali retirada e usado o seu espaço para melhorar a mobilidade na zona. Foram também afirmadas pelo comentador: as limitações da estação de Coimbra B , o definhar do sector da saúde em Coimbra, o cortejo da Queima das Fitas com excesso de  álcool  e a eutanásia que poderia segundo Carlos Fiolhais poderia ter tido um referendo.

No programa Alvorada,  conduzido por Rui Rodrigues, foi emitida a rubrica “Foyer”, de Ana Laura Simon, sobre a programação semanal do Teatro Académico de Gil Vicente.

Pode ouvir aqui o Alvorada na íntegra.

Rui Rodrigues

1
21
59
0
GMT
GMT
+0000
2020-04-06T21:59:37+00:00
Mon, 06 Apr 2020 21:59:37 +0000