17/01/20

Detidos cinco suspeitos de envolvimento na morte de estudante cabo-verdiano em Bragança

Fotografia da concentração de Coimbra

Esta sexta-feira-feira (17), a Polícia Judiciária anunciou a detenção de cinco indivíduos por suspeita de estarem envolvidos na morte do estudante cabo-verdiano, Luís Giovani. Os detidos vão ser presentes para interrogatório judicial, que deve ter lugar no tribunal de Bragança. Os homens com idades entre os 22 e os 35 anos foram indiciados por um crime de homicídio qualificado e três crimes de homicídio na forma tentada.

No último sábado (15) várias cidades do país prestaram homenagem ao jovem estudante cabo-verdiano, Luís Giovani, que morreu na sequência de agressões de que foi vítima em Bragança. Em Coimbra a poesia ecoou na Praça da República e vozes sentidas sussurraram “Sodade” de Cesária Évora, na concentração de homenagem.

Cerca de 150 pessoas, na maioria estudantes, quiseram “expressar solidariedade aos familiares e a dor pela perda de um colega”. Em alguns cartazes a palavra “Justiça”, num outro a pergunta “Quem matou Giovani?”. Magda Correia da organização fez um balanço para a comunicação social

O responsável pela Associação de Estudantes Cabo Verdianos, Demicy Vaz, reforçou a ideia de que “a Justiça seja feita”.

Segundo o dirigente são cerca de 380 os estudantes que frequentam o Ensino Superior e que fazem parte da associação cabo-verdiana em Coimbra.

Isabel Simões (com Agência Lusa)

6
19
40
0
GMT
GMT
+0000
2020-02-22T19:40:56+00:00
Sat, 22 Feb 2020 19:40:56 +0000