24/11/19

Pedro Roxo: Há alturas em que todos nos empurram para baixo

A Associação Académica de Coimbra – Organismo Autónomo de Futebol (AAC-OAF) perdeu este sábado em Famalicão por uma bola a zero. O golo marcado por Toni Martinez aos 45 minutos ditou a eliminação da Briosa da Taça de Portugal.

No final do jogo o presidente da direção da AAC-OAF Pedro Roxo veio à sala de imprensa afirmar que a equipa está revoltada porque segundo o dirigente “há alturas em que nos empurram  todos para baixo”. Pedro Roxo solicitou aos jornalistas que  relatem  sem medo o que se passou. Segundo o presidente da Briosa as equipas marcaram dois golos mas só um contou.

Pedro Roxo queixou-se de dois lances que considerou claros. Segundo o dirigente  o que se passou no jogo de Famalicão serve  de alerta para o que é o futebol nacional.

Já o novo treinador da AAC-OAF João Carlos Pereira afirmou que se assistiu a um bom jogo em que a equipa jogou bem e considerou que não se notou serem de Ligas diferentes.

Quanto à subida de divisão, o técnico considerou não fazer muito sentido pensar no céu quando estamos a ser chamuscados pelo Inferno, disse numa alusão à posição da AAC-OAF na tabela classificativa. O objetivo para o treinador é que a equipa se prepare para poder ganhar em todos os jogos que tenha de disputar.

A AAC-OAF está fora da Taça de Portugal. Na Liga Pro ocupa o 15º lugar com 9 pontos conquistados em 30 possíveis. A Briosa volta a jogar no próximo dia 30, sábado, pelas 15 horas  em Rio Maior contra o Vilafranquense.

Rui Rodrigues

7
16
12
0
GMT
GMT
+0000
2019-12-15T16:12:48+00:00
Sun, 15 Dec 2019 16:12:48 +0000