22/11/19

Greve Climática Estudantil em Coimbra vai acontecer em silêncio no Átrio das Químicas

“Funeral da Nossa Geração” é o nome do protesto silencioso que vai acontecer em Coimbra a 29 de novembro, dia da próxima Greve Climática Estudantil (GCE). A iniciativa é programada pelo grupo regional de Coimbra da GCE — organização que faz a representação do movimento Fridays For Future em Portugal — está marcada para o meio-dia e vai acontecer no local conhecido como Átrio das Químicas, em pleno Polo1 da Universidade de Coimbra.

Para este protesto a organização está a convidar todos os participantes a aparecer vestidos da cor do luto e a mostrar o desagrado perante os fracos resultados dos acordos internacionais. As informações sobre o protesto da próxima semana foram adiantadas em entrevista à Rádio Universidade de Coimbra pelo membro da GCE de Coimbra, Duarte Antão.

O objetivo de sempre nos protestos levados a cabo por este jovem grupo de jovens ativistas, é persuadir os Estados a agir em conformidade com aquilo que são as propostas e as evidências descritas pela maioria da comunidade cientifica: as alterações climáticas aceleraram dramaticamente pela ação humana, o modelo de desenvolvimento de muitas sociedades é insustentável e a situação é de emergência. Em Lisboa e no Porto vai haver manifestação na Greve Climática Estudantil de dia 29. Em Coimbra esperava-se que o protesto tivesse a mesma forma que os homólogas a norte e a sul, e que também foi o escolhido das últimas vezes. Duarte Antão explicou que a autonomia dos grupos regionais da GCE permite que sejam eles a adaptar as atividades aos diferentes contextos.

A última Greve Climática Estudantil aconteceu no mês de setembro e teve o apoio da Associação Académica de Coimbra. Os representantes afirmam que até ao momento não houve nenhum dado indicativo da participação da AAC no protesto de dia 29 de novembro.

André Jerónimo

7
15
35
0
GMT
GMT
+0000
2019-12-15T15:35:58+00:00
Sun, 15 Dec 2019 15:35:58 +0000