18/11/19

BE exige explicações sobre contratos de docência sem remuneração nas universidades

Fotografia: portal de informação Esquerda.net

A coordenadora do Bloco de Esquerda (BE), Catarina Martins, considerou hoje que “não faz qualquer sentido” ter universidades portuguesas a viver de trabalho não remunerado de docentes convidados. Catarina Martins prestou declarações aos jornalistas no final de uma reunião com professores de várias universidades e politécnicos do Porto e Norte e com representantes do Sindicato Nacional do Ensino Superior.


A democratização do ensino com um maior número de alunos nas universidades tem de ser acompanhada por condições financeiras para que as instituições tenham os docentes que precisam assinalou a dirigente do BE.

A dirigente do BE lembrou que existem mais de 400 professores a dar aulas sem receber e considerou “um absurdo” que “a maior parte dos docentes estejam excluídos da sua própria carreira”

O Bloco de Esquerda vai chamar ao parlamento o ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, alegando que os dados estatísticos mais recentes apontam para “um aumento exponencial” de contratos de docência sem remuneração.

Isabel Simões (Com Agência Lusa)

7
15
28
0
GMT
GMT
+0000
2019-12-15T15:28:51+00:00
Sun, 15 Dec 2019 15:28:51 +0000