13/11/19

Académica-OAF / Referendo à SAD a 29 de Novembro

Extraído da nota de imprensa da AAC-OAF

A Associação Académica de Coimbra / OAF Sociedade Desportiva Unipessoal por Quotas (SDUQ) Lda enviou à imprensa um comunicado na noite desta  terça-feira (12).

Nele se pode ler que dando cumprimento aos compromissos eleitorais assumidos durante a campanha eleitoral, nas eleições do passado dia 1 de junho e tendo, entretanto, concluído as negociações relativas à proposta de transformação da SDUQ da Académica/OAF, em Sociedade Anónima Desportiva (SAD), a Direção da Briosa iniciou segunda-feira (14) a apresentação do projeto mediante uma exposição detalhada do mesmo perante o Conselho Académico. Maló de Abreu, presidente da Mesa da Assembleia Geral do organismo autónomo de futebol (OAF) da Académica, afirmou à Radio Universidade de Coimbra (RUC) que a direção do OAF solicitou a marcação de um referendo antecedido de uma série de iniciativas para informar os sócios.

Segundo o comunicado da AAC-OAF , “na reunião do Órgão Consultivo da Briosa, foi compromisso expresso dos três Órgãos Sociais, perante os conselheiros, garantir um processo de escolha livre, informado e célere, decorrente de um processo que se pretende ser o mais esclarecedor, transparente e participado possível, considerando o carácter fundamental da decisão a tomar para o futuro da instituição.” Maló de Abreu destacou “linhas vermelhas” que quer ver respeitadas.

Continuando a citar o comunicado, “Para esse efeito, a Direção, em conjunto com a Mesa da Assembleia Geral e o Conselho Fiscal, já definiu os timings do processo, que contemplará a realização, de forma faseada, de um conjunto de iniciativas destinadas a munir os sócios de toda a informação necessária à tomada de posição esclarecida de cada um, de acordo com os princípios da transparência, legalidade e democraticidade que sempre foram, e são, apanágio da Associação Académica de Coimbra. Assim, no próximo dia 21 de Novembro, terá lugar uma Assembleia Geral de Associados, destinada a permitir, através de uma alteração estatutária, a votação, em Assembleia Geral Deliberativa através de referendo, daquela que foi a vontade dos sócios no acto eleitoral de 1 de Junho de 2019 e à aprovação do Relatório e Contas da época transata, para que seja dada a conhecer aos sócios a situação financeira da instituição e esperando-se que tal informação concorra decisivamente para a uma decisão esclarecida e ponderada de todos.” Maló de Abreu defendeu nas declarações feitas à RUC que o processo precisava de mais tempo mas, segundo o comunicado da direção tudo estará decidido no final deste mês de Novembro.

Nos próximos dias e até à data da Assembleia Geral Deliberativa através de referendo que terá lugar no dia 29 de Novembro no estádio Cidade de Coimbra, propõe-se a Direção organizar e levar a cabo um conjunto de sessões de esclarecimento sobre o tema  que serão abertas a todos os associados, onde explicará com detalhe a proposta que será colocada à votação e procurará esclarecer todas as dúvidas que lhe sejam colocadas.

Rui Rodrigues

7
15
34
0
GMT
GMT
+0000
2019-12-15T15:34:43+00:00
Sun, 15 Dec 2019 15:34:43 +0000