6/10/19

LEGISLATIVAS ’19: Paulo Leitão: “PSD não concorre para ficar em segundo.”

Perante os resultados de votação apurados e com base nas projeções televisivas, o vice-presidente do PSD David Justino saudou hoje o Partido Socialista pela vitória nas eleições legislativas, numa declaração de três minutos aos jornalistas, sem direito a perguntas.

Ainda assim, o dirigente social-democrata deixou um conselho: “Gostaria de chamar a atenção que o excesso de triunfalismo poderá ser pouco avisado”. Isto quando, explicou, “o Partido Socialista poderá ter entre um mínimo de 33% e de 40%”, e “o PSD poderá ter entre um mínimo de 24,2% e 31%”.

Em Coimbra, o número três da lista candidata do PSD pelo círculo eleitoral do respetivo distrito, Paulo Leitão, admitiu a derrota do partido nas eleições e salientou que o PSD “não concorre para ficar em segundo”. O vereador da Câmara Municipal de Coimbra apontou, também, que “os eleitores nunca se enganam”, e concluiu que o partido não consegiu “passar a mensagem” de forma eficiente.

Segundo Paulo Leitão, os próximos quatro anos vão ser um período de reflexão e procura pela melhor conexão com a população, através da reconstrução da base autárquica perdida em 2013.

Perante a probabilidade de ainda ser eleito para a Assembleia da República, Paulo Leitão prometeu que “certamente” não deixaria o cargo de vereador na CM Coimbra, e assegurou que os três deputados do PSD eleitos pelo circulo eleitoral de Coimbra vão prestar a especial atenção aos 17 concelhos do distrito.

No momento de publicação deste artigo, tinham sido garantidos os assentos no AR dos candidatos do PSD pelo círculo eleitoral de Coimbra: Mónica Quintela e António Abreu.

Ian Ezerin

1
10
51
0
GMT
GMT
+0000
2019-12-09T10:51:20+00:00
Mon, 09 Dec 2019 10:51:20 +0000