3/10/19

LEGISLATIVAS ’19: BE promete lutar contra quem quer manter tudo na mesma

Cerca de 200 pessoas receberam ontem a comitiva do Bloco de Esquerda (BE) em Coimbra. A artista Rui David aqueceu o público e depois falaram os protagonistas.

A primeira oradora foi Marisa Matias. A eurodeputada elogiou o trabalho do candidato e atual deputado e vice-presidente da Assembleia da República, José Manuel Pureza. Para a bloquista oriunda da região, o trabalho gigante de Pureza e dos 19 deputados do BE foi imprescindível para que os últimos quatro anos fossem possíveis, dado que não teriam acontecido com o programa do Partido Socialista (PS).

Seguidamente falou Bruno Gonçalves, mandatário distrital. O responsável bloquista apelou ao voto no BE em detrimento do “voto útil” e contra uma maioria absoluta do PS. E explicou porque o fazia.

O mandatário distrital falou de diversas áreas em que o BE se vai empenhar, melhoria dos salários e pensões, luta contra o racismo, defesa da escola pública, defesa do Serviço Nacional de Saúde (SNS), acesso à justiça, e ainda habitação.

A terceira oradora foi a Mariana Garrido, candidata às eleições legislativas pelo círculo eleitoral de Coimbra. Mariana Garrido começou a sua intervenção para destacar o carinho com que têm sido recebidos em todos os eventos de campanha.

A candidata focou a sua intervenção em dois temas: a crise climática e o ensino superior e ciência.

Mariana Garrido referiu que a luta do BE nesta área pretende obter uma redução progressiva do valor da propina e a eliminação da precariedade dos professores, investigadores e trabalhadores não docentes.

Catarina Martins também falou e prometeu “compromisso máximo pela saúde pública”. A coordenadora do Bloco aproveitou a visita feita ao Hospital dos Covões para destacar o bom trabalho feito em diversos centros de excelência, mas não deixou de alertar para que “ainda há muito a fazer para salvar o SNS”. Catarina Martins insurgiu-se também contra a fuga aos impostos e o planeamento fiscal das grandes empresas. Para coordenadora do Bloco, enquanto essas empresas que não têm pago nada não derem o seu justo contributo em impostos, não haverá justiça na economia. 

José Manuel Pureza, o cabeça de lista pelo círculo eleitoral de Coimbra, disse que o BE é a força política que “dá confiança que defenderá com firmeza os direitos de todos”. O deputado disse que as pessoas lhe desejam força para lutar contra quem quer manter tudo na mesma. Pureza quer devolver essa força em direitos e proporcionando uma vida digna a essas pessoas. O candidato destacou as conquistas mais emblemáticas do Bloco nesta legislatura

Os dirigentes do bloco manifestaram a convicção de que vão conseguir fazer crescer a sua representação na assembleia da república nas eleições do próximo domingo.

António Calheiros

1
20
18
0
GMT
GMT
+0000
2019-10-21T20:18:38+00:00
Mon, 21 Oct 2019 20:18:38 +0000