19/09/19

Reitor da UC prometeu menos burocracia no dia a dia dos estudantes

Foto UC | Paulo Amaral

No discurso de Abertura Solene das Aulas, ontem, dia 18, na Sala dos Capelos, o reitor da Universidade de Coimbra (UC), Amílcar Falcão, prometeu a “criação de mecanismos que facilitem a vida académica dos estudantes” e afirmou que “o potencial de uma comunidade feliz é o principal objetivo a atingir” no caso de se pretender uma UC centrada na investigação. Apelou também a mais oferta de ciclos de estudo a serem ministrados em língua inglesa. A ligação ao tecido empresarial foi eleita por Amílcar Falcão como um dos “maiores desafios” da UC no futuro.


Estes foram alguns dos temas abordados pelo reitor da UC no discurso de abertura solene das aulas, ontem, na Sala dos Capelos. A ouvir as suas palavras o reitor tinha no seu lado direito, Pilar del Rio, membro do Conselho Geral da UC e o Secretário de Estado do Ambiente, João Ataíde. A nível internacional, Amílcar falcão apelou a uma partilha científica e cultural da UC com o Brasil e a China bem como a uma maior oferta curricular. Considerou também a necessidade de aumentar a oferta de ciclos de estudo a serem ministrados em língua inglesa e assim evitar constrangimentos na captação de estudantes internacionais.


O reitor da UC anunciou que a comemoração dos 730 anos da Universidade de Coimbra é uma oportunidade para lançar um plano de formação direcionado ao corpo técnico. Promover estabilidade nas carreiras de investigadores, técnicos e bolseiros com regularização e proteção foi outra das promessas. Amílcar Falcão afirmou acreditar numa universidade que “investe nas pessoas”.


No discurso, o reitor não mencionou nenhum constrangimento de ordem financeira para levar a cabo os propósitos mencionados.

Foto UC | Paulo Amaral

Na Abertura Solene das Aulas pontuaram menos professores catedráticos do que é habitual nestas cerimónias. A CMC foi representada pelo vice-presidente, Carlos Cidade. A Associação Académica de Coimbra esteve representada pelo presidente da Direção-Geral, Daniel Azenha.

A oração de sapiência foi proferida pelo docente da Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física, Manuel João Coelho e Silva.

Isabel Simões

5
5
10
0
GMT
GMT
+0000
2019-12-06T05:10:40+00:00
Fri, 06 Dec 2019 05:10:40 +0000