16/08/19

LEGISLATIVAS ’19: CDU quer voltar a eleger deputados pelo círculo de Coimbra em “defesa da democracia”

A Coligação Democrática Unitária (CDU) entregou a lista pelo círculo eleitoral de Coimbra às Eleições Legislativas de 2019, hoje, sexta-feira, pelas 11 horas, no Juízo Central Cível de Coimbra.

A liderar a lista, com uma constituição paritária entre homens e mulheres, o professor de violino, ex-director do conservatório de música de Coimbra e de Loulé, Manuel Pires da Rocha. António Moreira, dirigente sindical é o mandatário distrital.

Nas Legislativas de 1987 foi o último momento em que a lista liderada pelo Partido Comunista Português (PCP) elegeu representantes pelo círculo de Coimbra.

À margem do ato administrativo, Manuel Pires da Rocha afirmou à comunicação social querer “fazer tudo” nas próximas Eleições Legislativas para que sejam eleitos deputados pelo círculo de Coimbra.

Constituem a CDU o PCP e o Partido Ecologista “Os Verdes” (PEV). Paulo Coelho representante do PEV está em quarto lugar na lista.

Manuel Pires da Rocha alerta os eleitores para que tenham em conta que elegem deputados locais, e destaca as virtudes dos elementos da candidatura.

A campanha eleitoral da CDU vai continuar a ser “uma campanha de proximidade”, disse. O cabeça de lista assinala algumas das medidas que a coligação promoveu na Assembleia da República na última legislatura e que alteraram “a vida das pessoas”.

Manuel Pires da Rocha lembra a solução governativa conseguida após a eleição de deputados comunistas nas últimas Legislativas. Segundo o candidato “não se elegem governos, elegem-se deputados”. Para o violinista, os deputados da CDU são garante da “defesa da democracia”.

Do programa da Coligação fazem parte medidas de combate à exploração e à precariedade laboral; a exigência da conclusão da obra hidroagrícola do Baixo Mondego; a luta contra o encerramento, privatização e destruição de serviços públicos, hospitais, maternidades, centros de saúde, escolas e estações de correio.

Entre as propostas da coligação está a construção da nova maternidade nos Covões. A ministra da saúde, Marta Temido, cabeça de Lista do PS, considera “urgente” a edificação mas não adiantou local nem calendário. Manuel Pires da Rocha realça que a contenda tem meia dúzia de anos.

Na próxima quarta-feira o secretário geral do PCP, Jerónimo de Sousa vai estar em campanha na Figueira da Foz.

O círculo eleitoral do distrito de Coimbra deixou de eleger deputados comunistas para o Parlamento a partir de 1991. Em 2015 no distrito de Coimbra votaram mais 1364 eleitores na CDU do que em 2011, ainda assim a coligação não elegeu nenhum deputado. Apesar disso, Manuel Pires da Rocha afirma que a atual Lei Eleitoral da Assembleia da República com o sistema proporcional serve os “interesses dos eleitores e da política em Portugal” e acrescenta que a coligação “não tem uma forma propagandista” de realizar o trabalho político.

As próximas eleições legislativas estão marcadas para 6 de outubro. Os Partidos têm até dia 26 de agosto para entregarem as listas nos tribunais. O círculo de Coimbra elege nove deputados (elegeu doze até 1980 e a partir de 1983 até 1987 elegeu onze). Na última legislatura o Partido Socialista elegeu quatro deputados, o Partido Social Democrata outros quatro e o Bloco de Esquerda elegeu um.

Composição da lista da CDU:

1. Manuel Rocha
57 anos, professor de violino. É membro da Comissão Concelhia de Coimbra do PCP.

2. Filipa Malva
42 anos, cenógrafa e arquitecta. É membro da DORC do PCP.

3. Vasco Nogueira,
37 anos. Médico psiquiatra. Dirigente do Sindicato dos Médicos da Zona Centro e membro da DORC do PCP.

4. Paulo Coelho,
47 anos. Técnico de Emergência Médica Pré-Hospitalar. Membro do coletivo do PEV de Coimbra.

5. Inês Carvallho
36 anos. Advogada. É membro do executivo da Direcção Regional de Coimbra do PCP e eleita pela CDU na Assembleia de Freguesia de Santo António dos Olivais.


6. Paulo Ferreira
55 anos. Operário. É dirigente sindical do SITE-CN. É membro da Comissão Concelhia da Figueira da Foz do PCP e da DORC do PCP.

7. Adérito Araujo
53 anos, professor associado no Departamento de Matemática da Universidade de Coimbra.É independente.

8. Libânia Pires
36 anos. Educadora de Infância. Membro da Comissão Concelhia da Figueira da Foz do PCP.

9. Ana Ramôa,
27 anos, licenciada em História. Funcionária da JCP. Membro da Direcção Nacional da JCP

10. Rui Mendes
44 anos. Advogado. Foi vice-presidente da Associação Académica de Coimbra e membro do sector intelectual de Coimbra do PCP.

11. Marlene Maricato
44 anos, topógrafa. É dirigente do Sindicato dos Trabalhadores da Administração Local (STAL). É membro da Comissão Concelhia de Montemor o Velho do PCP.

12. Isabel Bem-Haja
51 anos. Enfermeira. É dirigente do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses. É Membro da Comissão Concelhia de Penacova do PCP.


13. António Baião
56 anos, controlador de caixa. É dirigente do Sindicato de Hotelaria do Centro. É membro da Comissão Concelhia Direcção da Organização Regional de Coimbra do PCP.

14. Eufémia Catarina Santos
40 anos, operária. É dirigente sindical do SITE -CN. É eleita da CDU na Freguesia de Anobra – Condeixa-a-Nova. É membro da Comissão Concelhia de Condeixa-a-Nova do PCP.

Isabel Simões

1
8
11
0
GMT
GMT
+0000
2019-09-16T08:11:21+00:00
Mon, 16 Sep 2019 08:11:21 +0000