10/08/19

RU( @ Sonic Blast 2019 Dia 2

O Sonic Blast acordou para o segundo dia já sem a intempérie que assolou toda gente na noite anterior. Ainda sem o palco da piscina aberto, o palco principal assumiu o recomeço da festa em Moledo com daus bandas nacionais: O Bom, o Mau e o Azevedo, vindos do Porto, seguidos dos bracarenses Mr. Mojo. A tarde teve seguimento com o psicadelismo envolvente dos Petyr, tendo sido encerrada pelos Zig Zags.

Fotografia de Iago Alonso

A noite caiu sobre Moledo ja com os andaluzes Viaje a 800 a pisar o Palco Principal, anunciando os finlandeses Kaleidobolt que nos presentearam com temas do seu mais recente trabalho Bitter, lançado este ano. Apareceu depois aquela que foi a surpresa da noite, Belzebong. A banda que veio colmatar a ausência dos My Sleeping Karma trouxe consigo o doom performativo de “headbanging”, aquecendo assim o público para uma noite pesada. Os clássicos Orange Goblin subiram a palco já depois das 22 horas iniciando o concerto com toda a pujança através da mítica “Scorpionica”, agarrando a multidão pelos colarinhos e empurrando-a para um concerto pesado e electrizante. A chegada dos ucranianos Stoned Jesus trouxe paz à terra, balançando entre “Pilgrims” e os temas que fizeram deles um nome sonante do rock actual. A fechar o segundo dia os Dopethrone ofereceram ao público um concerto pesado mas sólido, muito às custas dos vocais insanos estruturados que deixaram os amantes de bandas mais pesadas de queixo caído.

Texto de Nuno Brás e Diogo Barbosa

6
9
24
0
GMT
GMT
+0000
2019-08-24T09:24:01+00:00
Sat, 24 Aug 2019 09:24:01 +0000