13/07/19

Estudantes de Direito fazem Prova de recurso de Economia Política II

Fotografia: Facebook do Núcleo de Estudantes de Dreito AAC

Os alunos da Licenciatura de Direito realizaram durante a tarde de sexta-feira (12) a prova de recurso de Economia Política II. O exame de época normal encontrava-se restrito a um máximo de 19 valores, o que levou o Núcleo de Estudantes de Direito da Associação Académica de Coimbra (NED/AAC) a organizar um “boicote pacífico das provas orais”. O atual presidente do NED/AAC, Pedro Marques Dias, fez uma descrição da prova e comparou-a com o exame da época normal.

O presidente do NED/AAC afirmou que o reitor da Universidade de Coimbra, Amílcar Falcão, indicou que iria ser aberto um processo para analisar a situação do primeiro exame. Pedro Marques Dias disse que o NED/AAC ainda não foi contactado e supõe que o inquérito seja aberto depois das avaliações orais em curso. O estudante acrescentou que as orais, quer de aprovação ou de melhoria, têm sido feitas não só pelo docente da disciplina, mas também pelo coordenador da Licentciatura de Direito, de forma a garantir a imparcialidade no processo.

Pedro Marques Dias mostrou acreditar que esta situação é um exemplo da importância que órgãos representativos como a Associação Académica ou os núcleos de estudantes têm na reivindicação dos direitos dos alunos.

O estudante de Direito falou numa reposição de justiça, já que todos os alunos examinados na prova de junho tiveram um valor acrescentado à classificação final.

David Coelho

1
9
19
0
GMT
GMT
+0000
2019-09-16T09:19:13+00:00
Mon, 16 Sep 2019 09:19:13 +0000