12/07/19

Madalena Abreu: “Qualquer pessoa de Coimbra que passa pela Rua da Sofia sofre”

O Alvorada de hoje (12) contou com o comentário à atualidade da professora do ISCAC e vereadora da Câmara Municipal de Coimbra (CMC) pela coligação Mais Coimbra, Madalena Abreu.

O Instituto Politécnico de Coimbra (IPC), celebrou ontem 40 anos. O estabelecimento de ensino superior inicia este mês um «processo de reflexão» sobre os cursos que será preciso mudar, acompanhando as exigências do mercado. Jorge Conde, diretor do IPC anunciou a intenção de mudar a denominação IPC para Universidade Politécnica. Madalena Abreu recordou o caso do ISCAC – Coimbra Business School como um exemplo do impacto que a mudança de nome pode ter na perceção do mercado.

Foi anunciado no inicio da semana a distinção pela UNESCO do Museu Nacional Machado de Castro como património mundial.
O Museu Nacional Machado de Castro passa a integrar a zona Universidade de Coimbra, Alta e Sofia, que já em 2013 tinha sido distinguida pela UNESCO como Património Mundial do Bem. A decisão foi comunicada no domingo no Azerbaijão, onde decorreu a quadragésima terceira sessão do comité do património mundial. A docente do ISCAC recordou que há muito para fazer na reabilitação do património da cidade. A vereadora do PSD deu o exemplo da Rua da Sofia e dos seus colégios.

A semana em termos regionais foi marcada por um debate onde participaram as quatro cidades da Região Centro que já anunciaram a sua intenção de candidatura à competição para Capital Europeia da Cultura em 2027: Aveiro, Coimbra, Leiria e Guarda.

No final, Luís de Matos, responsável pela candidatura conimbricense disse que todas as cidades ganham com o processo. Madalena Abreu recordou as dinâmicas que um evento deste género consegue atrair para uma cidade.

O atual primeiro ministro, António Costa regressou ao programa onde participou durante vários anos enquanto comentador. A Quadratura do Círculo, agora Circulatura do Quadrado, contou com a presença do secretário geral do Partido Social. Um dos temas em discussão foram as relações entre o PS e o antigo primeiro-ministro José Sócrates. António Costa frisou que viu nenhum sinal que levantasse “menor suspeita” sobre a idoneidade do antigo líder socialista. Madalena Abreu mostrou-se muito crítica da postura de António Costa.


Tomás Cunha

3
20
29
0
GMT
GMT
+0000
2019-07-17T20:29:30+00:00
Wed, 17 Jul 2019 20:29:30 +0000