25/06/19

Para João Sousa Andrade, o verdadeiro potencial de Portugal está na inovação

Portugal está a crescer dois por cento abaixo do potencial. A informação vem do Instituto da Associação Mundial de Bancos, mas não reúne consenso tanto na aprovação quanto ao valor obtido, como quanto à aplicação de um conceito tão amplo (que, no seio da Comissão Europeia, resultaria numa percentagem diferente). O que é isto de potencial? A Rádio Universidade de Coimbra (RUC) falou com o professor da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra (FEUC), João Sousa Andrade. À RUC o docente explicou que este conceito, porque amplo, pode dar azo a ideias falaciosas.

“Dizer que podemos crescer acima do produto potencial não faz sentido”, é uma das críticas apontadas pelo docente a alguns economista que usam o conceito. Sousa Andrade acrescenta ainda que o conceito de “produto potencial” não é verdadeiramente quantificável. É um conceito sem uma medida única.

É, então, um conceito que é aplicado conforme “dá jeito”? Sousa Andrade acredita que sim.

O valor de dois por cento avançado pelo Instituto da Associação Mundial de Bancos não é apreciado, no caso, pela Comissão Europeia que, nas palavras de Sousa Andrade, desconfiaram da percentagem apresentada. O procedimento preferido pela organização internacional prefere reduzir o (crescimento) potencial para valorizar os défices orçamentais efetivos.

Sousa Andrade acrescenta como a Comissão Europeia utiliza o conceito de  “produto potencial” como instrumento político para controlar as despesas públicas dos países europeus.

O jogo político com o “produto potencial”, um conceito económico tão amplo, para Sousa Andrade, acontece pela inexistência de um Orçamento Único na União Europeia.

Aproveitámos ainda para perceber onde está, verdadeiramente, o potencial de Portugal, na ótica de Sousa Andrade.

A inovação, a abertura a mercados externos, e os jovens, são alguns dos elementos que, para o professor, realmente sinalizam o potencial de Portugal.

Pode ouvir a entrevista na íntegra aqui:

Cátia Soares

3
20
35
0
GMT
GMT
+0000
2019-07-17T20:35:47+00:00
Wed, 17 Jul 2019 20:35:47 +0000