15/06/19

Interior do país recebe internacionais da literatura em festival

Depois de uma primeira edição de sucesso, o Festival Literário Internacional do Interior – Palavras de Fogo está de volta para levar livros e autores ao encontro das populações que menos acesso têm a eles. As atividades em fábricas, praias ou mercados são uma forma de dinamizar o interior, mas também de promover hábitos de leitura, como explica Ana Filomena Amaral, escritora e curadora do evento.

Palavras de Fogo é o nome deste festival de literatura, organizado pela Arte Via – Cooperativa Artística e Editorial, que está, de 14 a 17 de junho, patente em vários concelhos do interior do país afetados pelos incêndios florestais de 2017. Ana Filomena Amaral acredita que é este tipo de iniciativas que fazem mover o interior, mas também homenagear as vítimas dos fogos.

Esta é a segunda edição do festival, que se acredita que seja para continuar. A curadora está também confiante em relação à recetividade por parte do público.

Na edição de 2019, além de se homenagear José Saramago, Jorge de Sena e Sophia de Mello Breyner, celebra-se ainda a Queda do Muro de Berlim, que aconteceu há 30 anos. Por esse motivo, os autores internacionais convidados são originários de países onde há muros físicos ou ideológicos por derrubar, como explica Ana Filomena Amaral.

Marcam presença André de Toledo Sader, Andréa del Fuego, Ana Miranda e Júlio Silveira (Brasil), Julia Wong (Perú), Asiya Zahoor (Caxemira), Jan Carson (Irlanda do Norte), Zahra El Hasnaoui Ahmed (Sahara Ocidental,) Maya Abu Alhayat (Palestina), Eun Hee-Kyung (Coreia), Karla Suarez (Cuba) e Hélder Beja (Macau).

Os livros, os autores e os leitores vão andar, assim, nas ruas dos municípios de Ansião, Alvaiázere, Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos, Pedrógão Grande,  Arganil, Penela, Tábua, Miranda do Corvo e São Pedro do Sul, até segunda-feira.

Carolina Cardoso

3
15
13
0
GMT
GMT
+0000
2019-10-23T15:13:16+00:00
Wed, 23 Oct 2019 15:13:16 +0000