22/05/19

Alexandre Sousa Carvalho: “É preciso criar uma cultura democrática desde cedo”


O Alvorada de hoje (22) contou com comentário à atualidade da parte do professor da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra (FEUC), Alexandre de Sousa Carvalho.

O movimento Cidadãos por Coimbra (CpC) vai pedir a demissão do presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar Universitário de Coimbra (CHUC), Fernando Regateiro, caso os planos para a localização de uma nova maternidade em Coimbra não sejam apresentados até o dia 1 de junho. Há cerca de três anos que o poder público e a comunidade debatem as possibilidades de local para a construção de uma nova unidade. As duas maternidades que estão em funcionamento, nomeadamente a Bissaya Barreto e a Daniel de Matos, enfrentam problemas e reduzem ou terão de reduzir progressivamente a capacidade de atendimento.

A decisão, diz o professor Alexandre Carvalho, membro do CpC, é urgente. A descentralização dos serviços de saúde pode ser uma vantagem em questões de acessibilidade, ressalva, ao concordar com a posição de diversas entidades de que a nova maternidade deveria ficar no Hospital dos Covões.

O jornal Público divulgou ontem uma sondagem que projeta uma vitória do Partido Socialista nas eleições para o Parlamento Europeu que decorrem no próximo domingo. O comentador não se mostra surpreendido com os números avançados. Alexandre Sousa Carvalho considera que a campanha não tem abordado os principais temas europeus, dos quais destaca a moeda única europeia.

O partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN) propôs na Assembleia da República o alargamento do direito de voto aos maiores de 16 anos. A proposta foi rejeitada por todas as forças partidárias, com a exceção do Bloco de Esquerda (BE) e do deputado não inscrito Paulo Trigo Pereira. O professor de relações internacionais concorda com a proposta do PAN, por duas razões principais: (1) considera os jovens mobilizadores e interessados, (2) considera que os mais jovens vão ser os mais afetados a longo prazo pelas decisões políticas tomadas atualmente. Para Alexandre de Sousa Carvalho, esta seria uma boa forma de inserir os jovens na cultura democrática.

A Google anunciou que vai proibir a Huawei de utilizar o sistema Android nos seus telemóveis, no âmbito do atual embate comercial entre os Estados Unidos e China pelo controle das novas redes de 5G. O enfrentamento entre os dois países tem sido chamado de uma “nova Guerra Fria” ou de uma “Guerra Fria tecnológica”. O professor Alexandre Carvalho entende que trata-se mais de uma nova “corrida ao espaço”. O docente destaca o impacto que o tema do conflito tem na vida das pessoas.

No Alvorada de hoje ouviu-se ainda a rubrica “5 minutos na vida de uma mulher”. No episódio de hoje, a bailarina e coreógrafa Olga Roriz conversa com Teresa Borges sobre como se faz um espectáculo influenciado por Bergman.

Bibiana Garcez e António Calheiros

7
19
17
0
GMT
GMT
+0000
2019-09-22T19:17:07+00:00
Sun, 22 Sep 2019 19:17:07 +0000