26/04/19

Livro conta os detalhes inéditos da perseguição dos estudantes de 69

O Livro “ O Processo: Os documentos da Crise Académica Coimbra 1969” de Gualberto Freitas foi apresentado, hoje, no edifício da Real República Corsário das Ilhas. A sessão de lançamento contou com uma intervenção do próprio autor e de outro historiador da crise académica Celso Cruzeiro.

Ao lado do colega no ofício de documentação das lutas estudantis dos anos sessenta Gualberto Freitas salientou que a monografia dele distingue-se pelo caráter documental.

O livro de Gualberto Freitas reúne vários comunicados, fotografias e caricaturas, para além de todo o processo, que junta inquérito, depoimentos de testemunhas, acusação e a peça da defesa.

O autor aponta que são os próprios documentos que contam a história.

Na origem do livro “ O Processo: Os documentos da Crise Académica Coimbra 1969” estão os inquéritos relativos ao processo movido pelo Ministério da Educação contra 40 estudantes acusados de participarem na crise académica de 1969, em Coimbra.

Os documentos inéditos, foram encontrados pelo autor, Gualberto Freitas, no meio de um conjunto de artefactos do arquivo da Organização dos Estudantes Comunistas do PCP.

Além do livro, “ O Processo: Os documentos da Crise Académica Coimbra 1969”, foi ainda apresentada no edifício da Real República Corsário das Ilhas, uma exposição de documentação relativa à Crise de 69, que vai estar aberta ao público nas próximas semanas.

Ian Ezerin

7
10
36
0
GMT
GMT
+0000
2019-07-21T10:36:43+00:00
Sun, 21 Jul 2019 10:36:43 +0000