13/04/19

PCP e Verdes reividicam manutenção da Estação Nova

O Partido Comunista Português (PCP) e o Partido Ecologista Os Verdes (PEV) organizaram esta sexta-feira, durante a tarde, uma ação de protesto em defesa da Estação Ferroviária Coimbra A, também conhecida como Estação Nova.

O protesto aconteceu no topo das escadas de entrada na estação. Lá, cerca de 20 manifestantes mostraram cartazes e distribuíram panfletos com as reivindicações da CDU a quem chegava para apanhar o comboio. O vereador da Câmara Municipal, Francisco Queirós, explicou a razão da iniciativa da coligação.

Para os comunistas e Verdes, é essencial haver transporte ferroviário até ao centro da cidade. Francisco Queirós teme ainda que os preços das casas naquela zona venham a subir, resultado do investimento que pode vir a ser feito nos terrenos que ficam livres.

Para as Infraestruturas de Portugal, o fecho da estação é necessário a fim de realizar obras para integrar o Sistema de Mobilidade do Mondego – o metrobus – na cidade. A diminuição da mobilidade ferroviária não é o único problema. É consequência indireta, diz o vereador, “a machadada final” no comércio da Baixa de Coimbra.

Localizado no centro da Baixa, o atual edifício existe há quase um século mas o complexo ferroviário já existia na zona desde 1885. Desde 2013 que a Estação Nova é considerada monumento de interesse público.

Camila Vidal

1
15
18
0
GMT
GMT
+0000
2019-06-24T15:18:58+00:00
Mon, 24 Jun 2019 15:18:58 +0000