11/04/19

Palco RUC duplica Noites no Parque da Queima das Fitas

A organização lançou o desafio para que a Rádio Universidade de Coimbra (RUC) assumisse a programação do Palco RUC nos oito dias da festa das Noites do Parque, em vez das quatro noites habituais. Os dois diretores do Palco RUC, Guilherme Queiroz e Sandro Silva, responderam com uma programação “o mais eclética possível” que reflete o que passa em antena nos 107.9. São 18 os nomes nacionais e internacionais que vão ocupar o Palco RUC.

De 3 a 10 de maio, no palco do lado direito da entrada do recinto, acontece o Palco RUC. Na 10ª edição a principal novidade passa pela extensão da programação a todos os dias das Noites do Parque, destaca Guilherme Queiroz.

Cada noite tem um tema base. Os géneros vão passar pelo hip hop, eletrónica, rock, kuduro ou jazz. Na opinião de Sandro Silva a cidade já merecia ouvir os artistas nacionais e internacionais que vêm ao Palco RUC.

Na primeira noite o hip hop nacional com os ORTEUM da margem Sul do Tejo e depois a britânica Barely Legal em b2b com o veterano Scratcha DVA. O DJ RUC Pedro Bicá abre a primeira noite.

Sábado, dia 4 de maio, é noite de “electrónica mais ritual” com o projeto nacional “mais relevante dos últimos tempos” de HHY & the Macumbas que apresentam o último trabalho, “Beheaded Totem”. Depois disso o produtor italiano residente em Londres TSVI. O DJ RUC André Quaresma inicia a segunda noite.

Rui Oliveira, DJ RUC, abre a noite de domingo. Em dia de cortejo há lugar a homenagem a José Pinhal com direito a uma Post Mortem Experiencee apresenta-se uma dupla “que promete arrasar com o Palco RUC”, nas palavras de Guilherme Queiroz. São eles DJ urânio e MC sissy que descrevem os seus espetáculos como uma “rave circense de magia magnética”.

Na segunda-feira, dia 6 de maio, de Lisboa para Coimbra vem a produtora e ativista da causa transexual Odete. Mas uma boa nova nunca vem só, e o dia 6 conta com uma trindade: a brasileira Lyzza vem de Amesterdão com o último EP “IMPOSTER” de 2019 na algibeira. O terceiro nome é da “fearless, ferocious femme” Lotic.. Vítor Nóbrega (Vitz) vai ser o DJ RUC da noite.

Na terça-feira, dia 7 de maio, os DJ RUC Fábio Nóbrega + Leonardo Pereira iniciam a noite. Segue-se Jazz/ hip hop em português com uma ‘Big band’ de nome GUME, e a eletrónica de Bristol sobe a palco com Kai Whiston.

Na quarta-feira o projeto pós punk português Vaiapraia convida todas as rainhas do baile a dançar, e depois Clara Cuve. A noite começa com Casal Ventoso, dupla de DJ’s RUC.

Na penúltima noite, quinta-feira, Daniel Figueira abre o recinto. A segunda noite tripla anunciada começa com a banda de Coimbra, Wipeout Beat. De Lisboa chegam Iguanas. A fechar a noite uma veterana da rádio holandesa, a DJ Marcelle, como conta o diretor do Palco RUC.

Sexta-feira, “o dia da glória do palco maratona” conta com Bleid e depois o produtor angolano que reside em Manchester, Nazar. Afonso Ponto é o DJ RUC de serviço. Guilherme Queiroz e Sandro Silva fazem um apelo à curiosidade dos forasteiros para que verifiquem o que vai acontecer no Palco RUC.

Segundo os diretores, a maior dificuldade para este palco foi conciliar artistas e orçamento de cerca de quarenta mil euros para as oito noites. Não obstante foi possível trazer nomes que em breve vão estar em “qualquer palco principal” como já aconteceu no passado com “El Guincho ou SCUBA”.

A produção do Palco RUC 2019 conta com o apoio do Jazz ao Centro Clube e Salão Brazil.

Isabel Simões

1
19
54
0
GMT
GMT
+0000
2019-10-21T19:54:22+00:00
Mon, 21 Oct 2019 19:54:22 +0000