11/04/19

Candidata do PSD às Europeias quer trazer a voz dos jovens à Europa e reduzir a abstenção

Imagem: PSD

A jovem conimbricense Lídia Pereira, de 27 anos, é a número dois da lista do Partido Social-Democrata (PSD) às eleições europeias de 2019. Lídia Pereira, que já foi já vice-presidente da Distrital de Coimbra da Juventude Social Democrata, tornou-se, o ano passado, presidente da Juventude do Partido Popular Europeu (Youth of the European People’s Party – YEPP). O YEPP representa cerca de 1,5 milhões de jovens na Europa. O Partido Popular Europeu é a maior família política da Europa.
Em entrevista à RUC, a candidata explicou a atividade que desenvolve na Juventude Popular Europeia, que considera ser principalmente uma plataforma de intervenção cívica ativa, bem como de formação política de novos quadros.

Lídia Pereira realçou ainda que as bandeiras do seu mandato no YEP têm sido duas preocupações bem próximas dos jovens – o ambiente e o emprego.

A candidata explicou ainda como surgiu a oportunidade de se tornar a número dois da lista social-democrata. Escolha direta do líder do partido, Rui Rio, Lídia Pereira mostrou-se surpreendida com a oportunidade. Sublinhou que a inclusão de uma jovem de 27 anos nas listas do partido tem como objetivo baixar a abstenção jovem e dar voz aos jovens na Europa.

Para Lídia Pereira, apesar dos problemas na integração europeia revelados durante a crise dos últimos anos, Portugal deve continuar junto da União Europeia (UE) e continuar o processo de integração europeu, dado que o balanço da participação na UE tem sido positivo.

O programa eleitoral do PSD ainda não foi lançado, mas Lídia Pereira deixou já algumas notas gerais sobre as principais temáticas.

O cabeça de lista do partido é o atual eurodeputado Paulo Rangel. As eleições europeias decorrem a 26 de maio.

Joana Gomes

1
15
56
0
GMT
GMT
+0000
2019-06-24T15:56:16+00:00
Mon, 24 Jun 2019 15:56:16 +0000