30/03/19

Conhecidos os candidatos à Assembleia de Revisão de Estatutos Extraordinária da AAC

Foram apresentadas duas listas para a Assembleia de Revisão de Estatutos Extraordinária da Associação Académica de Coimbra (AAC). A Lista C – “Contigo somos Académica”, liderada por João Assunção, e a Lista I – “Integridade e Transparência na Defesa da AAC”, comandada por Daniela Rodrigues, querem eleger representantes já no próximo dia 9 de abril

A revisão dos estatutos da AAC é feita por 33 elementos. 22 deles são eleitos em listas conjuntas de associados efetivos da AAC. É desta fatia que já se conhecem os nomes dos candidatos.

Os demais elementos são indigitados em representação da Direção-Geral (DG/AAC), do Conselho Fiscal e da Mesa da Assembleia Magna. Também os Conselhos Cultural, Desportivo e Internúcleos escolhem os seus representantes.

A revisão extraordinária foi aprovada em Assembleia Magna (AM) do mandato passado, tendo como objetivo retificar o documento terminado há dois anos. As propostas mais importantes, no entender dos candidatos hoje conhecidos, são a alteração do limite mínimo de quórum da AM, bem como mudar a estrutura da Queima das Fitas e da Comissão Disciplinar. Também a maior clarificação do texto dos Estatutos em vigor é preocupação dos candidatos, pela interpretação ambígua que alguns termos podem ter. A ideia é acertar o texto de forma a torná-lo mais objetivo.

O candidato pela lista C e também vice-presidente da DG/AAC, João Assunção, diz que a Queima das Fitas é a principal preocupação, e que a lista está alinhada com os objetivos da DG/AAC vigente.

João Pinto Ângelo, membro da lista I, menciona também a festa dos estudantes, sublinhando que foi o próprio a pedir uma clarificação dos moldes de funcionamento da Queima em sede de AM. Também a Comissão Disciplinar interessa à lista que representa. O candidato quer rever o processo de eleição deste órgão.

A redução do quórum mínimo necessário para a votação de propostas em Assembleia Magna é assunto-chave para as duas candidaturas. João Assunção destaca a importância de as propostas da DG/AAC poderem mais facilmente ser vinculativas.

Para João Pinto Ângelo, a preocupação é acrescida pelo facto de uma alteração poder significar uma mudança no quotidiano dos estudantes e da academia.

Nas eleições do próximo dia 9 de abril, podem votar todos os associados efetivos da AAC inscritos na Universidade de Coimbra até 22 de março de 2019. As urnas estão abertas a partir das 9h30 da manhã e até às 19h, em todas as faculdades e departamentos da UC.

Camila Vidal e Luís Miguel Martins

6
22
12
0
GMT
GMT
+0000
2019-08-24T22:12:38+00:00
Sat, 24 Aug 2019 22:12:38 +0000