14/03/19

UC desafia CMC para candidatura europeia de promoção do bem estar da população

Fotografia: CMC

Caso seja aprovado, o projeto vai ser financiado a cem por cento e tem como missão criar condições para melhorar a qualidade de vida e da saúde das populações. A vereadora da Câmara Municipal de Coimbra (CMC) com o pelouro da Saúde, Regina Bento, em declarações à RUC no final da reunião do executivo, na última segunda-feira, mostrou-se satisfeita com o desafio da Universidade de Coimbra (UC) que envolve cinco cidades.

A candidatura europeia ao programa europeu Horizonte 2020 é liderada pelo Município de Utrecht e pelo Instituto Nacional de Saúde Pública e Ambiente (RIVM) holandês. Intitulada URBAN-GLOW “Urban Green Living Opportunities to Improve Health and Wellbeing” tem como objetivo geral o aumento da resiliência ambiental e social das cidades. À primeirra fase segue-se uma segunda entre maio e setembro, informa a vereadora da CMC.

A proposta de Coimbra liderada pela UC, realiza-se com a colaboração do Centro de Estudos em Geografia e Ordenamento do Território e do Departamento de Arquitetura. À parceria com a CMC junta-se a Cáritas Diocesana. Coimbra elegeu a Baixa da cidade como espaço a intervir, em particular a Via Central que tem a requalificação em curso e que Regina Bento espera venha a ser procurada para habitação e comércio.

As propostas vencedoras vão ser financiadas através do programa Horizonte 2020, com um montante que vai rondar os 11 milhões de euros. A sua execução vai decorrer entre 2020 e 2024. Ao Município de Coimbra cabe um valor estimado até 400 mil euros. Da candidatura fazem parte cinco cidades europeias – Utrecht (Holanda), Valência (Espanha), Varsóvia (Polónia), Haifa (Israel) e Coimbra (Portugal). No final de 2019 vão ser conhecidos os projetos vencedores.

Isabel Simões

1
14
10
0
GMT
GMT
+0000
2019-05-27T14:10:44+00:00
Mon, 27 May 2019 14:10:44 +0000