10/03/19

Quem não esteve no concerto da RUC que se arrependa!

A série de espetáculos “No Ar Outra Vez” começou este sábado no Teatro Académico de Gil Vicente. Na primeira noite do programa de concertos comemorativos dos 33 da Rádio Universidade de Coimbra (RUC) houve dose dupla de música portuguesa com a primeira atuação a caber a Raquel Ralha e Pedro Renato mas foi aos First Breath After Coma que coube as honras de fecho.

Antes do concerto, “uma plateia quase cheia” era a expectativa do presidente da RUC, João Aveiro. Pouco tempo antes de abrirem as portas da sala principal do cineteatro académico, o ânimo do presidente só era corrompido pela pena dos que não iam estar presentes.

João Aveiro é um presidente que fica com uma recordação rara. No seu mandato a antena da RUC caiu e voltou a erguer-se no espaço do Observatório Geofísico e Astronómico da Universidade de Coimbra. Depois da tempestade Leslie ter inscrito no seu curriculum do dia de 13 de outubro a destruição do emissor da frequência local 107.9FM, o tempo passou. Passámos o Natal, mudámos o ano e comemorámos o Dia Mundial da Rádio, mas a emissão só haveria de voltar para ser prenda de aniversário. Mais de quatro meses depois, rente ao dia um de março, voltou tudo à normalidade. O presidente considera que este regresso ao FM é uma coincidência feliz e um marco simbólico na história da RUC.

Um novo início promete sempre grandes planos. Esclareça lá isso senhor presidente: é para mudar ou é para ficar? Ele acaba por dizer que no caso da RUC, manter também é evoluir.

Entre os presentes estiveram, é claro, muitas caras conhecidas: ao final de contas esta festa de aniversário é também uma festa de família. Fausto da Silva, que oportunamente entrevistou os performers da noite no programa Santos da Casa, poucas horas antes do concerto, é sem dúvida um dos poucos que conseguem ver com muita clareza as razões de sermos todos, e para sempre, Rádio Universidade de Coimbra.

Na primeira noite de concertos, os Firsth Breath After Coma trouxeram a Coimbra o novo longa duração, intitulado NU. Raquel Ralha e Pedro Renato estiveram ainda a apresentar “The Devil’s Choice”. Quem não esteve no concerto da RUC que se arrependa. Depois de ontem têm mais três oportunidades de redenção: no dia 12 de março Sarah Davaci atua no Salão Brazil; no dia 15 é vez de Conjunto Corona no Centro Cultural D. Dinis; e a 23 de março, na Casa das Artes Bissaya Barreto, uma matiné ao som de Sinah e Herr Doktor.

André Jerónimo, Ana Laura Simon e Tom Barth

1
20
13
0
GMT
GMT
+0000
2019-03-18T20:13:02+00:00
Mon, 18 Mar 2019 20:13:02 +0000