10/02/19

Câmara de Coimbra tutela coordenação de apoios à população sem abrigo

Com a constituição do Núcleo de Planeamento e Intervenção Sem-Abrigo (NPISA) de Coimbra o município vai celebrar protocolos com instituições da cidade que já atuam junto das populações de rua e com entidades públicas de saúde e emprego de forma a prestar serviços integrados.

A Administração Regional de Saúde do Centro (com o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, a DICAD e a Saúde Pública), são algumas das entidades que vão colaborar na área da saúde. Como as áreas da saúde e emprego “são da responsabilidade da administração central” houve necessidade de serem acrescentadas ao trabalho que a Câmara Municipal da cidade “já vem fazendo”, afirmou o vereador da área social da CMC, Jorge Alves.

O Instituto de Segurança Social, I.P., o Centro Distrital de Segurança Social de Coimbra e o Instituto de Emprego e Formação Profissional de Coimbra são entidades públicas que vão colaborar. “Uma mais valia” nas palavras de Jorge Alves.

O vereador da CMC não adianta números porque no seu entendimento desde que haja uma pessoa a viver na rua “há necessidade de intervenção”. “São as dificuldades que as pessoas apresentam” que devem determinar o trabalho das instituições em cooperação, realçou.

As doenças mentais por vezes apresentam um quadro complicado que motiva a recusa de apoio para sair da rua, daí a necessidade de uma “intervenção estruturada” por “quem sabe fazer isso” e quem sabe é a área da saúde mental, declara Jorge Alves.

Saúde mental e física, habitação, ocupação, trabalho, formação e ensino e integração cultural e social vão ser serviços a prestar pela rede colaborativa.

O executivo da Câmara Municipal (CM) de Coimbra aprovou, na sua reunião de 29 de janeiro, a proposta para a constituição do NPISA e a celebração de um protocolo de parceria entre a autarquia e as entidades que têm vindo a trabalhar nesta área no concelho.

A medida enquadra-se na Estratégia Nacional para a Integração de Pessoas em Situação de Sem-Abrigo (ENIPSSA).

A Câmara de Coimbra vai ser a entidade coordenadora do NPISA. O grupo vai integrar também o Instituto de Segurança Social, I.P., o Centro Distrital de Segurança Social de Coimbra, a Associação das Cozinhas Económicas Rainha Santa Isabel, a Associação Integrar, a Associação Nacional de Apoio a Jovens e a Cáritas Diocesana de Coimbra (com o Farol e a Equipa de Rua Reduz).

A Fundação Assistência Médica Internacional, a Venerável Ordem Terceira da Penitência de S. Francisco – Casa Abrigo do Padre Américo, o Centro de Acolhimento João Paulo II, são outras instituições a protocolar.

A Administração Regional de Saúde do Centro (com o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, a DICAD e a Saúde Pública), a Associação CASA, a Associação Todos pelos Outros, a Associação O Ninho da Mariazinha, o Instituto de Emprego e Formação Profissional de Coimbra, a Cruz Vermelha Portuguesa e a Fundação Assistência, Desenvolvimento e Formação Profissional, vão também fazer parte da rede.

Isabel Simões

6
7
31
0
GMT
GMT
+0000
2019-02-23T07:31:11+00:00
Sat, 23 Feb 2019 07:31:11 +0000