16/01/19

Observatório António Arnaut em defesa do SNS

O observatório de saúde homenageia António Arnaut, fundador do Serviço Nacional de Saúde (SNS), em Portugal.

Américo Figueiredo, médico e sub-diretor da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra (FMUC), explica que a ideia de criar o Observatório de Saúde surgiu de um grupo de cidadãos, com diferentes profissões e diferentes filiações políticas. O ponto que os une é a ideia de importância que o Serviço Nacional de Saúde teve e tem, em Portugal, tendo em conta a observação e o estudo das medidas propostas para o SNS, tal como António Arnaut dedicou quase metade da sua vida.

O Observatório de Saúde é uma contribuição para a “defesa, modernização e sustentabilidade do SNS”. Américo Figueiredo explica que a homenagem foi consensual após a idealização do Observatório de Saúde com sede em Coimbra, cidade de António Arnaut.

O Serviço Nacional de Saúde, constituído em 1979, é considerado pelo médico como uma das conquistas mais importantes após o 25 de abril. Relembra os tempos anteriores à implementação do SNS e as desigualdades sociais no acesso a tratamento médico, apesar disso, afirma que continua a existir a necessidade de desenvolvimento do SNS de modo a colmatar os novas problemas médicos que surgem na sociedade.

Sobre a nova lei de bases da saúde em discussão no Parlamento, Américo Figueiredo, defende a importância da existência de um documento que tenha a capacidade de estabelecer ordem em tempos de crises sociais.

Um dos pontos defendidos pelo Observatório é a concordância de que o SNS é um dos pilares fulcrais para o Estado Social e para a igualdade de acesso a cuidados de saúde.

Inês Morais

1
19
34
0
GMT
GMT
+0000
2019-03-18T19:34:51+00:00
Mon, 18 Mar 2019 19:34:51 +0000