10/01/19

Coimbra alarga âmbito do OP ao Concelho e aumenta verba para 500 mil euros

A Câmara Municipal de Coimbra (CMC) apresentou esta manhã a proposta de Orçamento Participativo (OP) para 2019 no foyer do Convento São Francisco. O bem-estar nas suas diferentes vertentes vai ser o tema que as candidaturas ao segundo Orçamento Participativo do Município de Coimbra vão ter de respeitar.

O que mudou no OP 2019

Para além do reforço da verba que este ano será de 500 mil euros, o âmbito das propostas foi alargado a todo o concelho. A verba orçamentada vai ser dividida de forma igual entre o Coimbra Participa para cidadãos com mais de 30 anos, e o Coimbra Jovem Participa destinado aos cidadãos com idades entre os 14 e os 30 anos.

Segundo o presidente da CMC, Manuel Machado o Conselho Municipal de Juventude tem desempenhado um papel importante no processo. No entanto, o autarca realçou que o OP se destina ao reforço da cidadania e por isso se destina aos jovens de todas as idades.

Face à grande participação dos jovens no OP de 2018 a CMC decidiu apresentar na proposta a distribuição equitativa, anunciou a vereadora responsável pelo OP, Regina Bento. Agora o Coimbra Jovem Participa vê a verba aumentar cinco vezes passando a contabilizar 250 mil euros.

Na primeira edição os projetos deviam cingir-se ao Centro Histórico e as iniciativas tinham de propor atividades de dinamização para esta área geográfica. A vereadora da Câmara de Coimbra justificou o alargamento a todo o território do Município em 2019.

Na reunião do executivo camarário da próxima segunda-feira, dia 14 de janeiro, a proposta que inclui regulamento e calendário vai ser apreciada e votada naquela que é a primeira reunião do novo ano.

O que se mantém

À semelhança do primeiro OP vão continuar a realizar-se encontros participativos em vários locais do concelho para os proponentes darem a conhecer as suas propostas. A Comissão Técnica que tem como papel a análise e melhoria dos vários projetos é outro dos elementos do processo a continuar.

Tal como no ano passado, em 2019 apenas podem concorrer cidadãos de forma individual ou em grupo. Regina Bento justifica com a existência de outros programas em que as instituições se podem candidatar.

A execução do OP 2018 está em curso

Regina Bento deu conta da realização das propostas vencedoras do ano passado. “Por este rio acima” uma proposta para dinamizar o Terreiro da Erva com um concerto está em fase de contratação. Regina Bento anunciou que o concerto está marcado para dia 24 de abril, véspera dos 45 anos da revolução dos cravos.

O premiado Sereia para Brincar já tem o projeto e aguarda parecer por parte da Direção Regional de Cultura do Centro.

Regina Bento acredita que na segunda quinzena de fevereiro vá ser possível abrir a plataforma informática que permite a colocação dos projetos dos conimbricenses para o Orçamento Participativo de 2019.

Isabel Simões

1
13
45
0
GMT
GMT
+0000
2019-03-25T13:45:51+00:00
Mon, 25 Mar 2019 13:45:51 +0000