20/12/18

Ex-presidente da Comissão Eleitoral considera injusta uma eventual suspensão

A Comissão Disciplinar da Associação Académica de Coimbra divulgou no passado dia 11 de dezembro uma nota de culpa acusatória endereçada ao presidente da Mesa da Assembleia Magna da AAC, e presidente deposto da Comissão Eleitoral, Pedro Matos Filipe, pelas incongruências ocorridas durante a primeira volta do processo eleitoral da AAC. A nota de culpa advoga que houve irregularidades e falhas, embora o documento afaste a intenção de “defraudar o ato eleitoral”. Entre as faltas estatutárias supostamente cometidas por Pedro Matos Filipe estão a falta da ata inicial da Comissão Eleitoral que indicasse o número total de boletins, a falta de assinatura das atas de abertura e encerramento da urna e a desconformidade do número de boletins.

Ontem durante a emissão especial de cobertura da segunda volta das eleições, Pedro Matos Filipe esteve nos estúdios da RUC e afirmou que a falta de que o acusam era sanável e por isso, não tão grave como tem sido vinculado. Para o presidente da Mesa da Assembleia Magna, a palavra “fraude” não deveria ter sido utilizada, mas antes apenas “falta”.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Pedro Matos Filipe diz que estava à espera deste afastamento como presidente da Comissão Eleitoral, após as acusações de que foi alvo, mas não ficou desgostoso.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Pedro Matos Filipe considera hoje que não teria feito algo de diferente, até porque não tinha o conhecimento. No entanto, gostaria de ter tido mais experiência prévia a estas eleições.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Apesar de aceitar ser ele o responsável por ser a cara da Comissão, Pedro Matos Filipe, afirma que todas as decisões dentro da Comissão Eleitoral foram tomadas através da votações entre todos os membros.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Sobre a possivel suspensão de dirigente associativo por 3 mandatos, Pedro Matos Filipe acha injusto, e vai apresentar a sua defesa.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

O presidente deposto da Comissão Eleitoral não concorda também com algumas decisões tomadas durante as eleições, nomeadamente a suspensão das eleições e o tempo que demorou a realizar o ato eleitoral.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Segundo a Comissão Disciplinar, as sanções explícitas nos Estatutos da AAC podem ir desde uma advertência até a destituição dos cargos que ocupa. Pedro Matos Filipe poderia ainda ficar impedido de ser votado e de se candidatar a qualquer cargo na AAC por um período de três mandatos. No entanto Pedro Matos Filipe pode continuar a ser associado da AAC e continuar a votar. No entanto, Pedro Matos Filipe continua presidente da Mesa da Assembleia Magna.

Joana Gomes

1
14
32
0
GMT
GMT
+0000
2019-03-25T14:32:21+00:00
Mon, 25 Mar 2019 14:32:21 +0000