23/11/18

Governo português quer criar mais GAE

O governo português pretende atingir a meta da criação de 150 Gabinetes de Apoio ao Emigrante (GAE). Os gabinetes visam o apoio a pessoas que pretendem sair do território português, bem como aos aos emigrantes interessados em regressar a Portugal. O secretário de estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro, em declarações à Agência LUSA, afirma que tem expectativas de que a meta para a criação dos GAE seja atingida até ao verão de 2019.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

O secretário de estado fala sobre os diversos pontos de localização dos Gabinetes de Apoio ao Emigrante. Avança também com a intenção de criar estruturas similares fora do território europeu.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

José Luís Carneiro realça a importância dos gabinetes em questão. Afirma que os GAE permitem aos emigrantes o contacto com as instituições locais para que haja um melhor processo de acolhimento.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Segundo o secretário de estado das Comunidades Portuguesas o projeto dos Gabinetes de Apoio ao Emigrante teve início ao ano de 2002, sendo que até ao final do ano de 2015 já foram criados cerca de 100 novos gabinetes.

Nuno Rato

2
10
58
0
GMT
GMT
+0000
2018-12-11T10:58:14+00:00
Tue, 11 Dec 2018 10:58:14 +0000