19/11/18

XXIV Mercado de Trocas para Crianças e Jovens esteve no Mercado do Calhabé

Como de costume, o sábado foi dia de mercado. No Calhabé, os habituais: peixaria, padaria, mercearia e demais lojas; debaixo do telheiro as bancas dos produtos hortícolas. Mas no dia 17 de novembro foram dois os mercados a funcionar no Calhabé. Ao lado dos produtores da terra esteve gente mais pequena, convidada a “trocar o que já não quer por aquilo que precisa”. A edição número 24 do Mercado de Trocas para Crianças e Jovens juntou-se ao espaço regular do Calhabé e deu mais animação a uma normal manhã de sábado. Os pais trouxeram os filhos, os filhos trouxeram a manta e na manta vieram os brinquedos, livros, música, filmes e jogos que escolheram.


fotografia: Casa da Esquina

O Mercado de Trocas é um projeto de economia solidária que nasceu em 2011 a partir de uma colaboração entre a Casa da Esquina e o grupo de estudos em Economia Solidária do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra (ECOSOL/CES). A oportunidade de colocar o projeto na rua apareceu com um convite do Mercadinho do Botânico. Foi lá que se realizaram as primeiras edições até o tempo os ter levado a optar pela itinerância. Foi o que nos contou Filipa Alves da Casa da Esquina.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Filipa Alves afirmou que tentam realizar quatro edições por ano, uma por cada passagem de estação aproveitando as alturas normais de limpezas domésticas. A ideia desta iniciativa surgiu para educar as crianças e jovens sobre a importância da partilha e para uma racionalização dos bens materiais. Neste mercado não se usa o euro, usa-se uma moeda própria, o jardim.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

As crianças recebem as moedas, atribuem um valor ao que trouxeram e iniciam as atividades de troca e também de poupança. Brincadeiras onde se aprende o valor das coisas.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Num balanço das 24 edições, Filipa Alves afirmou que é muito positivo o facto de terem sempre crianças novas. Só lamenta que elas acabem por crescer.

O presidente da União de Freguesias de Coimbra, João Francisco Campos, também esteve no mercado a acompanhar os acontecimentos. Contou à RUC que não foi preciso muito para convencer a União e Freguesias do valor do Mercado de Trocas. Acolher iniciativas que já estejam no terreno e dar-lhes mais suporte é uma ideia que João Francisco Campos também realçou da parceria com a Casa da Esquina. Afirmou o presidente que esta é uma linha de atuação da União de Freguesias.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Entre os participantes no mercado de trocas está Ana Duarte. Vai ao Mercado de Trocas desde o inicio, e com tanta frequência que afirma que a filha cresceu a fazer trocas de brinquedos.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

A partilha, o desprendimento dos bens materiais, as alternativas à compra com moeda são razões também apontadas por Joana Santos para estar de volta às trocas com as duas filhas. Mas o que as faz voltar é a alternativa que o mercado representa ao consumismo despertado pelos anúncios televisivos e pelas solicitações das grandes superfícies é também um fator muito relevante. O local encontrado para acolher a vigésima quarta edição também lhe pareceu positiva.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Mais um fôlego no Calhabé

Desde que surgiu em 2011, o Mercado de Trocas já deu origem a outros 10 mercados no país. Em Coimbra, como contou Filipa Alves, faz ponto de honra em estar em diferentes espaços da cidade.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

O Mercado do Calhabé tem passado dificuldades nos últimos anos. A falta de afluência ao espaço e a concorrência dos supermercados têm sido razões para o decréscimo do número de bancas de produtores. Contra as dificuldades, o mercado não tem poupado nas iniciativas. Feiras temáticas, almoços de verão e festas de santos populares foram algumas das apostas este ano para tentar atrair público. João Francisco Campos falou da manhã de sábado como mais um contributo importante.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

O presidente aproveitou para adiantar algumas das intervenções e ideias em que contam trabalhar no próximo ano.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Potenciar as mais-valias de um mercado urbano, mais pequeno, inserido na malha urbana e que tem dificuldades. Esta é a descrição que João Francisco Campos faz de uma luta que já vem do executivo anterior e que afirma ter abraçado quando tomou posse.

André Jerónimo

2
10
57
0
GMT
GMT
+0000
2018-12-11T10:57:32+00:00
Tue, 11 Dec 2018 10:57:32 +0000