19/10/18

Coimbra recebe simpósio sobre insónia

A Associação Portuguesa do Sono (APS) organiza amanhã o simpósio “Insónia: a perspetiva da Medicina do Sono”, no Hotel Dona Inês. O objetivo é discutir as principais questões relacionadas com esta patologia do sono que afeta uma em cada dez pessoas.

Em entrevista à RUC, Joaquim Moita, presidente da APS e orador no simpósio, falou sobre a importância em distinguir a insónia crónica da insónia sintoma, como manifestação normal que pode afetar qualquer pessoa. O palestrante alertou sobre os perigos associados à doença.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

A insónia pode causar perturbações cognitivas, emocionais, fadiga, ansiedade, e até depressão e demência. Porém, segundo a APS, há uma particular interação com comportamentos aditivos, como é o caso do alcoolismo. Joaquim Moita explica como esta relação pode ocorrer.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Segundo a APS, o tratamento da insónia em Portugal não é tão eficaz quanto deveria. Isto se dá devido ao uso excessivo de benzodiazepinas, que podem provocar dependência, demência precoce, alterações cognitivas e comportamentais, além de prolongar a própria insónia. O presidente da associação adverte sobre estes medicamentos.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

O simpósio conta com o contributo de diversos especialistas na área. As vagas já se encontram esgotadas.

Lucas Fidalgo

1
20
13
0
GMT
GMT
+0000
2019-03-18T20:13:35+00:00
Mon, 18 Mar 2019 20:13:35 +0000