13/09/18

Futuro do Andebol da AAC decide-se esta noite

A direção da Secção de Andebol da Associação Académica de Coimbra (SA/AAC) ameaça demitir-se esta noite, numa reunião convocada para decidir o futuro da secção desportiva, que diz não ter meios para suportar os custos de utilização do estádio universitário. O Andebol diz ter um défice financeiro de 5 mil euros, e não poder continuar o trabalho durante esta época se se mantiver o preço de aluguer do espaço onde treinam. São cerca de três mil euros anuais cobrados pela Reitoria da Universidade, diz a direção da SA/AAC, que tomou conhecimento do valor apenas no início do mês. A secção atribui culpas também à Direção-Geral da Associação Académica de Coimbra, que, segundo o comunicado dos dirigentes da Secção de Andebol, considera inevitável o princípio de utilizador-pagador e não apoiou a secção de forma devida. O presidente da Secção de Andebol da AAC, João Paulo Dias, diz que até ao momento não houve qualquer tentativa de contacto por parte de nenhuma das duas entidades, depois de lhes ter sido enviado o comunicado em que ameaçam demitir-se.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Em poucos anos, a secção passou de um apoio anual de mais de 7 mil euros para nenhum apoio da parte da Reitoria e acrescendo o atual pagamento pelo aluguer. Ao mesmo tempo, há um acordo de empréstimo de 200 mil euros a pagar em 25 anos, que corresponde a um encargo de cerca de 4800 euros por ano por parte da SA/AAC.

A direção vai decidir esta noite a demissão ou soluções para a continuidade da secção. A proposta de demissão vai partir do presidente e vice-presidente, mas ainda há espaço para alternativas.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

João Paulo Dias admite ser flexível na resolução do problema, mas rejeita por completo as condições propostas neste momento.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Só depois do encontro de hoje se vai conhecer o futuro da Secção de Andebol da Académica. A Reitoria diz tratar-se de um assunto interno, e não quis prestar declarações ao Diário de Coimbra. Já Alexandre Amado, presidente da Direção-Geral da Associação Académica de Coimbra, disse não querer prestar declarações à RUC para já. Também o Secretário-Geral do Conselho Desportivo da AAC, Miguel Franco, foi contactado pela RUC e não se quis pronunciar sobre o assunto antes de reunir com Alexandre Amado.

Camila Vidal

2
8
17
0
GMT
GMT
+0000
2018-11-20T08:17:27+00:00
Tue, 20 Nov 2018 08:17:27 +0000