29/07/18

EUG2018: “Os melhores de sempre” para Adam Roczek, presidente da EUSA

Associação Académica de Coimbra e Universidade de Coimbra (AAC/UC) terminam Jogos Europeus Universitários (EUG2018) com 11 medalhas. A UC sai como a universidade que mais medalhas conquistou, entre as 291 que marcaram presença na cidade dos estudantes. Secções culturais e desportivas da AAC foram as “jóias da coroa” no espetáculo da cerimónia de encerramento.

“Muito obrigado à EUSA por ter acreditado no nosso sonho”, afirmou o secretário-geral dos Jogos Universitários, Mário Santos. Não se esquecendo de agradecer à equipa constituída “na maioria por estudantes”, deixou também uma palavra de apreço aos 672 voluntários.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

O legado “material” dos EUG2018, é “visível” e passa pelas obras realizadas no Estádio Universitário. O “imaterial” de desenvolvimento do desporto universitário ficou como desejo nas palavras de Mário Santos. Coimbra deve “liderar pelo exemplo” no reforço dos valores olímpicos, acrescentou.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

O presidente da Associação Académica do Desporto Universitário (EUSA), Adam Roczek, distinguiu Coimbra como a cidade em que aconteceram “os melhores Jogos Europeus Universitários de sempre”.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Foto: EUG2018

Adam Roczek agradeceu aos atletas (3293) e a todos os grupos de profissionais e voluntários nacionais e internacionais que ajudaram na organização e durante os jogos. Não esqueceu a hospitalidade dos cidadãos de Coimbra e deu os parabéns à AAC/UC pelo resultado desportivo.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

As 15 medalhas ganhas pelas universidades portuguesas (onze para a UC, duas para a Universidade do Porto, uma para a Universidade do Minho e uma para a Universidade de Lisboa), colocaram o país em sexto lugar entre os 38 que marcaram presença nos EUG2018. A República Federal Alemã encabeçou o ‘ranking’ do pódio com 32 subidas logo seguido pela França e Reino Unido, país que ganhou mais medalhas de ouro (9).

FADU, UC, Município e AAC participaram na candidatura e na “festa”

À margem da cerimónia, o presidente da FADU, Daniel Monteiro revelou-se um homem satisfeito que não mudava “nada” de tudo o que aconteceu, nas últimas duas semanas. À comunicação social da AAC, Daniel Monteiro enfatizou como “mais importante” tudo aquilo que se viveu, “uma simbiose perfeita entre o sistema desportivo e o educativo”. Às palavras de Adam Roczek acrescentou a sustentabilidade financeira dos EUG, realizados com “baixo orçamento”.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

“Espectacular, excelente!” afirmou o reitor da Universidade de Coimbra, João Gabriel Silva, à RUC, quando solicitado a comentar as duas semanas de EUG. “Melhor não se podia esperar, acho que marcámos uma diferença com a vontade e o empenho de toda a gente” (FADU, Município, Universidade e AAC). Com orçamentos muito limitados, “provámos” que as organizações de iniciativas internacionais “podem ser fantásticas sem levar ninguém à bancarrota”.

Para o reitor da UC, a ”transformação” do Estádio Umiversitário e do Gabinete do Desporto da UC indiciam “bons resultados desportivos, por muitos anos”.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

O vice-presidente da Câmara Municipal de Coimbra, Carlos Cidade, representou o município na cerimónia final. O autarca acompanhou várias provas e participou em muitas das cerimónias de entrega de medalhas. Para o também vereador do desporto da CMC, o ceticismo inicial “não se confirmou”, “Portugal deve-se orgulhar de Coimbra”, disse.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

O presidente da Direção-Geral da Associação Académica de Coimbra (DG/AAC), Alexandre Amado para a RUC realçou o sentimento de “orgulho gigantesco” partilhado por todos os parceiros, quer pelos resultados desportivos quer pelo ambiente que se viveu. Ao jornal a Cabra acrescentou lamentar apenas a diminuta cobertura dos EUG por parte dos órgãos de comunicação social nacionais, tendo em conta que a realização foi um dos maiores acontecimentos multidesportivos  que Portugal recebeu.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

A secretária de estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Maria Fernanda Rolo, encerrou os jogos. No final a Sérvia recebeu a bandeira da EUSA. Os próximos EUG realizam-se em Belgrado em 2020.

Isabel Simões

2
11
37
0
GMT
GMT
+0000
2018-12-11T11:37:34+00:00
Tue, 11 Dec 2018 11:37:34 +0000