8/03/18

Ferreira da Silva: “O Estado sempre se portou mal com os seus trabalhadores”

O Alvorada de hoje (8) contou com a presença do advogado e ex-vereador da Câmara Municipal de Coimbra (CMC), José Augusto Ferreira da Silva.

Docentes, não docentes e investigadores da Universidade de Coimbra (UC) manifestaram-se contra a precariedade e exigiram a regularização dos vínculos laborais. No âmbito do Programa de Regularização de Vínculos Laborais Precários na Administração Pública (PREVPAP), foram entregues mais de 400 requerimentos na UC e apenas metade foram analisados. Nenhum foi deferido. O comentador referiu que “o Estado sempre se portou mal com os seus trabalhadores” e que a situação nas universidades deve ser clarificada na lei.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

A CMC criou um regulamento para permitir o reconhecimento das repúblicas como entidades de interesse histórico e cultural ou social local. O Conselho das Repúblicas, após a reunião de executivo camarário, aprovou esta medida e salientou a urgência deste processo. José Augusto Ferreira da Silva, que já acompanhava este processo quando foi vereador, diz que “a Câmara andou a vender ilusões” ao aplicar sempre medidas provisórias que apenas adiam o problema. O comentador dá a sua proposta para uma solução definitiva.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Durante o dia de hoje realizam-se vários eventos em celebração do Dia Internacional da Mulher, entre eles a marcha feminista, a ter início às 16h, na Praça da República. O convidado considera importante repolitizar o dia de hoje e dar continuidade à luta da mulher pelos direitos e pela emancipação.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Estudo pedido pelo Governo mostra que os estudantes e as suas famílias não conhecem os apoios que existem no ensino superior e não acreditam que estudar compense. O ex-vereador da CMC refere que a precarização laboral atual leva a esta situação. Para o comentador, o ensino superior deve preparar os estudantes para a profissão e para a vida.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

O comentário pode ser ouvido na íntegra aqui.

Inês Moita e Raquel Branco

6
23
49
0
GMT
GMT
+0000
2018-06-23T23:49:33+00:00
Sat, 23 Jun 2018 23:49:33 +0000