7/03/18

Paulo Coelho: “Podemos esperar o tempo que quisermos que o problema não se vai resolver”

O comentário à atualidade noticiosa no Alvorada de sexta-feira (24) esteve a cargo de Paulo Coelho, professor da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC).

Em relação ao programa de regularização de precário do Estado (PREVPAP), a Universidade de Coimbra cerca de 414 requerimentos submetidos, em que aproximadamente 200 já foram analisados e ainda não foram deferidos. Os números são avançados pela Federação Nacional dos Professores (Fenprof). Durante o dia de ontem decorreu uma manifestação em frente à porta férrea, na Universidade de Coimbra, para que a situação seja regularizada o mais brevemente possível. Paulo Coelho acredita que vincular um número tão alto de trabalhadores é um processo demorado.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

O ministro da agricultura, Luís Capoulas Santos, apelou na passada terça-feira para uma maior limpeza dos terrenos florestais, por parte dos proprietários das entidades públicas. O ministro diz ainda que apesar dos planos de limpeza do território nacional, Portugal não vai ficar “limpinho de uma ponta à outra”. O docente relembra que a responsabilidade da limpeza das zonas florestais cabe aos proprietários.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

No ano de 2017 os portugueses escreveram 373 331 vezes no Livro de Reclamações. Os números apresentados registam um aumento de 15%, em relação a anos anteriores. O comentador acredita que o consumidor deve reclamar de forma justa, para que os serviços possam melhorar.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Portugal continua a apresentar níveis de desigualdade social elevados, em relação aos restantes países da Europa. A situação agravou-se na passada década, com a crise económica, e refletiu-se no aumento da precariedade laboral e no aumento da pobreza. Paulo Coelho considera que recuperação da igualdade social não é uma questão de tempo, mas sim uma questão de atitude.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

No Alvorada de hoje houve ainda tempo para falar sobre a criação do novo espaço de atendimento do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC), a ameaça de greve por parte da Federação Nacional do Médicos (FNAM), o aumento do número de empresas criadas em Portugal e do pedido da França e do Reino Unido para a realização de uma reunião de emergência para debater o fracasso do cessar-fogo na Síria.

Tivemos também em estúdio, a apresentação da nova edição do jornal “A Cabra”.

Na rubrica “Todas as plantas têm nome”, de Diana Craveiro, em parceria com o Jardim Botânico da UC, o diretor do jardim falou sobre a iniciativa UC Plantas.

O comentário pode ser ouvido na integra aqui.

Nuno Rato

6
4
32
0
GMT
GMT
+0000
2018-06-23T04:32:34+00:00
Sat, 23 Jun 2018 04:32:34 +0000