5/03/18

Académica empata com Penafiel e continua em 3º lugar na Liga Ledman Pro

O Organismo Autónomo de Futebol da Associação Académica de Coimbra (AAC/OAF) empatou ontem (4) a um golo (1-1) na recepção ao FC Penafiel. Num jogo entre equipas que partiam separadas por apenas um ponto, estava também em causa o confronto direto entre os emblemas, depois do nulo em Penafiel na primeira volta.

Aos 15 minutos, balde de água fria para os cerca de 4100 espetadores no Estádio Cidade de Coimbra. Cruzamento da esquerda e Fábio Fortes, depois de fugir à marcação de Zé Castro, a cabecear ao segundo poste. O estreante Guilherme Oliveira nada pôde fazer para impedir o golo dos durienses. A vantagem do Penafiel durou pouco tempo. Falta sobre Femi na área com Nuno Almeida a apontar grande penalidade. Aos 22 minutos, Chiquinho encarregou-se da conversão e, perante Ivo Gonçalves, teve o sangue frio para colocar a bola na baliza. Da primeira metade a destacar duas oportunidades. Femi falhou à boca da baliza e Nélson Pedroso, de livre direto a 35 metros da baliza, testou a atenção de Coelho, que correspondeu com boa defesa.

Ricardo Soares destacou a entrada forte no jogo e o grande golo do Penafiel.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

A segunda parte não trouxe grandes oportunidades. O lance de maior relevo foi o cabeceamento de João Real, a corresponder a uma bola parada. A bola saiu forte, mas por cima.

No final, Ricardo Soares afirmou que o empate soube a pouco para uma equipa que fez por ganhar. De acordo com o treinador, a Académica não acusou o golo sofrido e tentou sempre reagir perante a contenção tática da equipa visitante.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Questionado se os últimos resultados pesam, Ricardo Soares não tem dúvidas que as vitórias trazem confiança, ajudam os jogadores a atingir a excelência e manter o equilíbrio emocional. Contudo, na ótica do treinador, as exibições têm sido melhores que os resultados.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Para o treinador da Académica, a exibição sólida do Penafiel não o surpreendeu, em particular da dupla do meio campo composta por Rafa Sousa e Romeu Ribeiro. Recordou os últimos resultados e as mudanças que o treinador Armando Evangelista trouxe ao Penafiel. No final da conferência, refutou as críticas ao desempenho da equipa e disse que as estatísticas demonstram a superioridade da Briosa, que “fez um excelente jogo contra uma grande equipa”.

A Académica soma 45 pontos e está no terceiro lugar, a um ponto dos líderes Arouca e Santa Clara. Na próxima jornada, desloca-se ao Seixal para defrontar a equipa B do Sport Lisboa e Benfica. Já é conhecida a data e hora dos jogos que se vão seguir. A Briosa recebe o Leixões na quarta-feira, dia 14, pelas 15h, e vai a Arouca no domingo, dia 18 de março, às 15h00. Dois jogos contra duas equipa que têm ambições em subir de escalão e que, como sempre, vão ter transmissão na RUC.

Bernardo Baptista

6
23
40
0
GMT
GMT
+0000
2018-06-23T23:40:15+00:00
Sat, 23 Jun 2018 23:40:15 +0000